Arari

Programa Água para Todos é lançado em Arari

Divulgação / Secom

- Atualizada em 27/03/2022 às 12h14

ARARI - Os secretários de Estado Luís Fernando Silva (Casa Civil), representando a governadora Roseana Sarney, e Cláudio Azevedo (Agricultura, Pecuária e Pesca), lançaram, nesta sexta-feira (23), no município de Arari, o Programa de Universalização do Acesso à Água - Água para Todos.

A Casa do Professor, onde a cerimônia de lançamento foi realizada, ficou lotada, com a presença de prefeitos eleitos da região, líderes comunitários, produtores rurais e demais autoridades. Presentes, também, o superintendente estadual da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf/MA), João Martins, e o prefeito de Arari, Leão dos Santos Neto.

Após o lançamento, as autoridades foram ao povoado Locas, a 15 km da sede do município, onde estão sendo instaladas algumas das cisternas do programa. Inicialmente estavam previstas 370 cisternas para Arari, mas, com a demanda apresentada pelo município, devem ser instaladas cerca de mil. Cada uma possui capacidade para armazenar 16 mil litros de água das chuvas, captada pelas calhas instaladas nas casas.

O secretário Luís Fernando Silva enfatizou a integração entre os governos federal, estadual e municipal, considerada por ele de fundamental importância para o sucesso do programa. "Esse é um programa importante para a garantia da dignidade humana e só foi possível sua implantação porque houve parceria entre os governos", afirmou. "Sem Município forte não há Estado forte e sem estado forte não há União forte", ressaltou.

O secretário Cláudio Azevedo anunciou, durante o lançamento do programa, a construção de mais seis Sistemas Simplificados de Abastecimento de Água no município de Arari. "Vamos atender um número ainda maior de famílias no município", afirmou.

O prefeito Leão Santos agradeceu o empenho da governadora Roseana Sarney em levar o programa para Arari. "As cisternas, juntamente com os poços e açudes construídos irão dar uma resposta altamente positiva para as comunidades rurais", disse.

Ação no Maranhão

No Maranhão, o Programa Água para Todos é executado pela Codevasf, em parceria com o governo estadual, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima). Foi lançado em março, no município de Matões do Norte. A previsão inicial é que sejam instaladas 26 mil cisternas em 149 municípios localizados nas bacias hidrográficas do Mearim, Itapecuru e Parnaíba, atendidos pela Codevasf, além de 100 Sistemas Simplificados de Abastecimento de Água e 300 kits de irrigação.

Os outros 68 municípios maranhenses são atendidos pelo Programa, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes) e Ministério do Desenvolvimento Social.

Pequenas barragens, açudes e outras alternativas de armazenamento de água para consumo humano e produção agrícola, estão previstas no Programa Água para Todos no Maranhão nas próximas etapas.

Participação Popular

O Programa Água para Todos tem forte participação popular. As demandas são validadas por um comitê gestor municipal, composto por representantes de igrejas, associações comunitárias, sindicatos, agentes de saúde e poder público municipal.

São beneficiários, moradores da zona rurais e integrantes do Cadastro Único, que identifica famílias em situação de extrema pobreza, com renda de até R$ 140,00 mensais.

O presidente do Comitê Gestor Municipal de Arari, Hamilton Sampaio, explicou que quem não mora na região pensa que Arari tem muita água por causa dos rios e dos lagos. "Mas no período de setembro a janeiro a seca é total", informou. Ele explicou que a alternativa, na estiagem, é se reunir para construir cacimbões, com as próprias mãos, numa profundidade de 5 a 8 metros. "Outra alternativa é a compra de água ou a distribuição dela pela Prefeitura em carros pipa. Mas com o programa, o problema vai ser amenizado, pois, a água ficará armazenada nas cisternas, o que está deixando o pessoal muito satisfeito", disse.

Na casa do morador do Povoado Locas, Valmir de Ribamar Freire, o próximo verão vai ser diferente, pois a cisterna já foi instalada. Ele conta que busca água na feira de Arari ou no açude que fica a 500 metros de distância da casa dele. "Pego meu carro de mão e busco 60 litros de água no açude todo dia. Essa cisterna vai facilitar muito minha vida", frisou.

Programa

O Programa Água para Todos faz parte do Plano Brasil Sem Miséria, lançado em julho do ano passado pela presidente Dilma Rousseff. A primeira fase do programa consiste na implantação de cisternas de polietileno para retenção e aproveitamento da água das chuvas, permitindo às famílias mais tranquilidade nos períodos de seca, facilitando o acesso a recursos hídricos para preparo de alimentos e higiene pessoal.

Já na segunda fase, serão desenvolvidas ações com foco no armazenamento de água para produção de alimentos que promovam a segurança alimentar e nutricional das famílias, com geração de renda a partir da comercialização do excedente.

Das 4.302 cisternas previstas inicialmente para serem instaladas no estado, 1.300 já foram implantadas nos municípios de Matões do Norte, Cantanhede, Codó, Arari e São Mateus.

As informações são da Secom do governo do Estado.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.