Violência contra a mulher

Suspeito de estuprar ex-mulher no Piauí é preso em São José de Ribamar

As polícias civis do Maranhão e Piauí fizeram uma operação conjunta para prisão de homem que estava foragido.

Imirante.com, com informações da PCMA

- Atualizada em 05/06/2022 às 11h25
Ele foi localizado e preso em uma casa no município de São José de Ribamar.
Ele foi localizado e preso em uma casa no município de São José de Ribamar. (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

SÃO JOSÉ DE RIBAMAR – Um homem, não identificado, foi preso, na manhã deste domingo (5), na Região Metropolitana de São Luís suspeito de estuprar a sua ex-mulher, de 47 anos, na cidade de Nazária, cerca de 35 km de Teresina, no Estado do Piauí. Ele foi localizado e preso em uma casa no município de São José de Ribamar.

Leia também:

Ex-vereador de Barra do Corda é preso suspeito de estupro de vulnerável

Dois suspeitos de estupro de vulnerável são presos no Maranhão

Tio e avó são presos suspeitos de estupro de vulnerável

A prisão foi realizada por uma equipe de policiais do Departamento de Combate ao Roubo a Cargas (DCRC), da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), da Polícia Civil do Maranhão, a partir de informações de Inteligência e em cumprimento a Mandado de Prisão Preventiva requerido pela Polícia Civil do Piauí.

O crime

De acordo com a polícia, o crime ocorreu no dia 26 de maio, na cidade de Nazária, quando o homem parou um ônibus escolar em que sua ex-mulher, professora da rede de ensino, estava e a retirou de dentro do veículo sob ameaças levando-a até um motel e cometendo o crime de estupro.

As outras professoras que estavam no veículo tentaram intervir, mas o ex-marido não largou a vítima e com medo, ela acabou seguindo com ele. 

Com medo e diante das ameaças, a vítima afirmou que foi estuprada. “Ele me levou para um estabelecimento e lá me obrigou. Infelizmente ainda aconteceu isso. Eu disse que ele poderia fazer o que ele quisesse, e ele disse que iria fazer, pois senão faria coisa pior. Então eu disse: ‘pois aproveite, porque Deus vai me ajudar e a resposta vai vir para você’. E lá eu infelizmente fui violentada”, disse ela.

Após o cumprimento das formalidades legais, o investigado foi conduzido ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.