Crime contra animal

Homem é preso após ser flagrado arrastando cachorro amarrado em moto, no Pindaí

Um PM que estava de folga interceptou o suspeito; a prisão foi efetuada na noite dessa quarta-feira (18).

Imirante.com

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h02
Cachorro recebeu atendimento em clínica. Foto: Divulgação.
Cachorro recebeu atendimento em clínica. Foto: Divulgação.

SÃO JOSÉ DE RIBAMAR – Um homem foi preso, em flagrante, por volta das 22h dessa quarta-feira (18) suspeito de maus-tratos a um cachorro. A prisão de Wallyson de Jesus Amorim Furtado, de 27 anos, se deu em uma avenida que dá acesso a um residencial, no bairro Pindaí, em São José de Ribamar.

Um policial militar que estava de folga testemunhou a ação e relatou, na manhã desta quinta-feira (19), ao Imirante.com que, ao passar de carro pelo local, avistou o cachorro em situação desesperadora. “Visualizei um motociclista com uma corrente e um cachorro atrás andando ali numa velocidade de 30 Km/h, 40, mais ou menos. Eu percebi que o cachorro 'tava' tentando fugir, 'tava' desesperado”, contou o PM que não quis ser identificado. Segundo ele, o cão apresentava sangramento pelo corpo, principalmente nas patas.

O policial então interceptou o homem que pilotava a moto, explicando que aquela atitude com o animal era criminosa. Ele chegou a dar voz de prisão ao suspeito, que logo em seguida fugiu.

Após a chegada de uma equipe policial e rondas, o homem que puxava o cachorro amarrado foi encontrado e conduzido ao Plantão do Maiobão. O cão, por sua vez, é um vira-lata, que já está recebendo atendimentos em uma clínica.

O advogado e ativista da causa animal, Sebastião Uchôa, destacou que esta foi a primeira prisão em flagrante por maus-tratos de animais. “A gente só pode construir uma sociedade melhor que venha respeitar o meio ambiente, no que diz respeito ao direito da fauna e da flora, em todos os sentidos, se a gente fizer a nossa parte. Fazendo este tipo de repressão qualificada, fazendo educação ambiental da população. A sensação que dava era de impunidade. Agora, com prisão em flagrante e com arbitramento de fiança só em juízo, a coisa tomou outro rumo. É um avanço”, destacou.

O crime de maus-tratos contra animais pode resultar em uma pena de prisão que varia de dois a cinco anos, multa e proibição de guarda. Em caso de morte do animal, a pena sobe de um sexto a um terço.

Motociclista foi flagrado arrastando cão. Foto: Divulgação.
Motociclista foi flagrado arrastando cão. Foto: Divulgação.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.