Feminicídio

Suspeito de matar mulher com mais de 10 facadas no Maranhão é preso no Pará

O crime foi registrado no dia 10 de outubro deste ano.

Imirante, com informações da Polícia Civil

- Atualizada em 06/12/2022 às 07h19
O homem foi encaminhado ao Sistema Prisional de Cumaru do Norte (PA).
O homem foi encaminhado ao Sistema Prisional de Cumaru do Norte (PA). ( Foto: Reprodução)

PRESIDENTE DUTRA - Nesse domingo (4), a Polícia Civil do Maranhão, com apoio da Polícia Civil do Pará, cumpriu na cidade de Cumaru do Norte, no Pará, um mandado de prisão preventiva contra um homem, de 36 anos, investigado por um feminicídio. O crime ocorreu no município maranhense de Presidente Dutra, no dia 10 de outubro deste ano.

As investigações concluíram que o preso assassinou a sua companheira com mais de 10 facadas. Após o bárbaro crime, o autor fugiu chegando a passar por mais de três Estados, porém, com apoio do Centro de Inteligência da Polícia Civil do Maranhão, foi possível identificara a localização do criminoso. 

No Pará, a ação contou com apoio de policiais da Polinter do Estado que após uma força tarefa, conseguiram prender o investigado. Após as formalidades legais, o preso foi encaminhado ao Sistema Prisional de Cumaru do Norte, onde ficará à disposição da Justiça aguardando recambia mento para o Maranhão.

Outro caso

Um homem foi preso em flagrante na última sexta-feira (2), durante uma tentativa de feminicídio contra a ex-companheira no município de Santa Helena.

De acordo com a Polícia Civil do Maranhão, o homem foi até o local de trabalho da ex-companheira para tentar reatar o relacionamento com ela. Após ouvir a recusa da mulher, o homem a agrediu com um soco e desferiu vários golpes de faca contra ela. Depois de ferir a vítima, o agressor cortou o próprio pescoço, com a intenção de se matar.

O agressor e a vítima foram socorridos e encaminhados a um hospital de Santa Helena, porém, o homem teve que ser transferido para o Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I), em São Luís, por causa da gravidade dos ferimentos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.