Alerta

Maranhão permanece com alerta de chuvas intensas; veja previsão para o fim de semana

Nesta sexta-feira (24), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um novo alerta laranja de chuvas intensas.

Imirante.com

- Atualizada em 24/03/2023 às 16h33
Além da capital do Estado, diversos municípios maranhenses estão em situação de emergência.
Além da capital do Estado, diversos municípios maranhenses estão em situação de emergência. (Matheus Soares/ Grupo Mirante)

MARANHÃO - A previsão de fortes chuvas para o Maranhão continua em vigor. Nesta sexta-feira (24), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um novo alerta laranja de chuvas intensas, que seguirá válido até as 11h deste sábado (25). Segundo o instituto, há previsão de chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia e ventos intensos (60-100 km/h). 

Leia também: 

Roseana busca apoio a municípios atingidos por fortes chuvas 

Maranhão segue em alerta laranja, e chuva deixa trechos alagados em São Luís 

Chuvas intensas provocam inundações e isolam comunidades na zona rural de Pinheiro

Além da capital do Estado, diversos municípios maranhenses estão em situação de emergência, de acordo com um decreto emitido pelo governo do Estado. Dentre as 37 cidades incluídas no decreto, as mais afetadas são Pedreiras e Trizidela do Vale que sofrem com a enchente do rio Mearim, que registrou oito metros acima do nível normal.

Veja a lista completa de municípios em situação de emergência:

  • Jenipapo dos Vieiras
  • São Luís
  • São José de Ribamar
  • Paço do Lumiar
  • Raposa
  • São Benedito do Rio Preto
  • Viana
  • Joselandia
  • Itaipava do Grajaú
  • Conceição do Lago Açu
  • Barra do Corda
  • São Luís Gonzaga
  • Arame
  • Afonso Cunha
  • Alto Alegre
  • Barreirinhas
  • Buriti
  • Coroatá
  • Esperantinópolis
  • Governador Nunes Freire
  • Graça Aranha
  • Grajaú
  • Lago da Pedra
  • Pedreiras
  • Pinheiros
  • Poção de Pedra
  • Santa Inês
  • Santa Luzia
  • Santo Antônio dos Lopes
  • São João do Caru
  • Trizidela
  • Tuntum
  • Zé Doca
  • Boa Vista do Gurupi
  • Buriticupu
  • Pindaré-Mirim
  • Mirinzal

 

Neste sábado (25), a previsão é de chuvas durante o dia e noite, com mínima de 24º e máxima de 31º. Já para este domingo (26), a previsão é de tempo nublado com chuvas a qualquer hora, também com mínima de 24º e máxima de 31º. A população da região metropolitana de São Luís deve estar em alerta devido ao risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas. 

O que fazer em casos de chuvas torrenciais?

  • Em caso de rajadas de vento: (não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda de descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda).
  • Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.
  • Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).
  • Durante as chuvas, deve-se evitar a manutenção em telhados e cercas elétricas devido ao risco de ser atingido por descargas atmosféricas (raios).
  • Se estiver na rua, não fique em áreas como campos de futebol, piscina, lagos, lagoas, praias, árvores, mastros, locais elevados ou embaixo de postes e fiação elétrica. O recomendado é procurar um abrigo.
  • Se algum cabo cair enquanto estiver no trânsito, não se aproxime e nem toque em pessoas ou objetos que estejam em contato com a rede elétrica.
  • Em casos de alagamento, procure um local, longe de postes e árvores, e espere o nível da água baixar. Mas, se notar que o carro está sendo arrastado pela água, abandone o veículo e procure um local seguro. Por segurança e após avaliação técnica em áreas alagadas, às vezes, é necessário fazer o desligamento da energia, com o propósito de evitar acidentes envolvendo rede elétrica. Logo que o nível da água baixar, a energia voltará a ser religada com segurança para todos.

 

Cheia do rio Tocantins

Além das regiões afetadas pelo rio Mearim, família ribeirinhas também têm sofrido com o alto nível do rio Tocantins, em Imperatriz. De acordo com dados da Defesa Civil do Maranhão, há 38 famílias desabrigadas, somando 126 pessoas. Além disso, há outras 26 famílias desalojadas que foram para casa de parentes, somando 98 pessoas. As inundações em Imperatriz atingem ainda diretamente 64 famílias e 224 pessoas que tiveram que deixar suas casas.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.