Segurança total

Tropas especiais militares partem ao interior do Maranhão para garantir a segurança no 2º turno da eleição

Além do efetivo especializado, a PM vai empregar mais de 2.500 militares no dia da eleição nas cidades maranhenses.

Imirante.com

- Atualizada em 25/10/2022 às 18h34
A tropa militar recebendo as orientações antes de partir ao interior do Maranhão.
A tropa militar recebendo as orientações antes de partir ao interior do Maranhão. (Foto: Divulgação)

MARANHÃO - Dezesseis equipes do Comando de Missões Especiais da Polícia Militar do Maranhão partiram nesta terça-feira (25) ao interior do Estado para garantir a segurança da eleição do 2º turno, que vai ocorrer no próximo domingo (30).

Leia também: 

PRF inicia operação Eleições 2022 nas estradas federais do Maranhão

Homens são detidos pela PRF com santinhos, R$ 12 mil e caderno com dados de eleitores

Os militares são do Batalhão do Choque, Rotam e do Bope. O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Emerson Bezerra, por meio das redes sociais, informou que o deslocamento desse efetivo é para garantir a tranquilidade da eleição do 2º turno nas cidades do interior do Maranhão. 

Ainda segundo a polícia, mais 2.500 militares também serão enviados ao interior do Maranhão na sexta-feira (28) e devem ser empregados na eleição de domingo (30). A tropa militar somente deve voltar a capital maranhense na próxima semana.

Efetivo militar

No dia 29 de setembro deste ano, mais de dois mil policiais militares embarcaram para o interior do Maranhão com o objetivo de garantir a segurança do primeiro turno das eleições 2022. Esse efetivo somente retornou a São Luís no dia três deste mês. 

Desde o dia 20 de setembro já havia uma tropa especializada de militares nas cidades maranhenses. Além dos militares, um total de 564 bombeiros militares e 550 policiais civis como delegados, investigadores e escrivães também foram enviados ao interior durante esse período eleitoral. 

O ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deferiu o pedido de atuação da força federal em 97 municípios maranhenses e em 58 zonas eleitorais durante as eleições do primeiro turno.


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.