Criminalidade

Violência em alta: duas execuções na Baixada em um intervalo de 24h

Um dos casos ocorreu em São João Batista e os acusados se passaram por militares, enquanto, o outro crime foi na cidade de Matinha.

Imirante.com

- Atualizada em 22/04/2022 às 17h47
Dois casos de execução ocorreram em um intervalo de 24 horas na Baixada Maranhense
Dois casos de execução ocorreram em um intervalo de 24 horas na Baixada Maranhense (Foto: Reprodução)

MARANHÃO - Duas execuções aconteceram na Baixada Maranhense em um intervalo de 24 horas. Um dos casos foi durante a madrugada desta sexta-feira (22), no povoado Olho d’Água dos Bodes, em São João Batista, e teve como vítima Gerlison Santos, de 21 anos. De acordo com a polícia, os suspeitos desse crime se passaram por militares.

Leia também:

Irmãs condenadas pela morte de jovem, em Matinha, são soltas pelo STJ

Jovem é assassinada a facadas no município de Matinha

A polícia também informou que os criminosos chegaram em uma motocicleta na residência da vítima, na zona rural de São João Batista. Eles ordenaram para o jovem sair de casa e disseram que eram militares.

Gerlison Santos foi morto na frente de sua residência de joelho e os suspeitos fugiram. O corpo da vítima foi removido para o hospital da cidade e a Polícia Civil está investigando o caso.

A outra execução ocorreu em plena praça da cidade de Matinha no decorrer da tarde de quinta-feira (21) e teve como vítima Franciomar Costa Travassos, de 37 anos. Segundo a polícia, ele levou nove tiros na cabeça, no ombro, quadril, mão e na coxa. 

Os acusados fugiram em uma motocicleta preta. A vítima chegou a ser presa em fevereiro de 2018 suspeito de ter participado do assalto aos Correios de Matinha. O caso é investigado pela equipe da delegacia dessa cidade.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.