Interior do Estado

Fortes chuvas e enchentes levam 24 cidades do Maranhão a decretar situação de emergência

Há comunidades isoladas e famílias desabrigadas após cheias de rios.

Imirante.com, com informações da TV Mirante

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h03
Em Pedro do Rosário, o nível do Rio Turiaçu subiu.
Em Pedro do Rosário, o nível do Rio Turiaçu subiu. (Foto: Divulgação/CBMMA)

MARANHÃO - Vinte e quatro cidades maranhenses decretaram situação de emergência após as cheias de rios em razão das fortes chuvas. A Baixada Maranhense e a Região dos Cocais são algumas das áreas mais afetadas. Comunidades ribeirinhas estão isolada, e há desabrigados.

Em Pedro do Rosário, o nível do Rio Turiaçu subiu e deixou 500 pessoas desabrigadas. As fortes chuvas também causaram inúmeros danos na cidade de Pedreiras. O acesso a seis povoados da zona rural da cidade desapareceu. Com a maior cheia do Rio Mearim deste ano, só dá para chegar as comunidades de barco. Por lá, 101 famílias ficaram isoladas.

O monitoramento desses locais é feito pela Defesa Civil por meio de drones, e botes são usados para transportar os moradores.

Na Baixada Maranhense, uma enxurrada assustou os moradores da cidade Pinheiro e a água invadiu residências. Em Bacabal, o Rio Mearim subiu, deixando ruas ficaram alagadas.

Segundo o major do Corpo de Bombeiros do Maranhão, José Lisboa, um monitoramento está sendo feito em cidades do Maranhão, pois os meses de março e abril concentram o maior volume de chuvas.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.