Prisão e apreensão

Dezessete pessoas são presas em operação contra tráfico de drogas no Maranhão

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão em São Luís, Chapadinha, Mata Roma e Urbano Santos.

Imirante.com, com informações da Polícia Civil

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h34
A polícia também apreendeu dois veículos, duas motocicletas, cinco armas de fogo, cerca de dois quilos de maconha, porções de cocaína e crack, e aproximadamente R$ 3 mil reais em espécie. (Foto: Divulgação / Polícia Civil)
A polícia também apreendeu dois veículos, duas motocicletas, cinco armas de fogo, cerca de dois quilos de maconha, porções de cocaína e crack, e aproximadamente R$ 3 mil reais em espécie. (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

MARANHÃO - Uma operação policial realizada na manhã desta quinta-feira (20) em quatro municípios maranhenses, incluindo a capital, resultou em seis prisões em flagrante e outras 11 prisões preventivas. A operação "Chapadinha Segura” foi deflagrada com o objetivo cumprir mandados de busca e apreensão e mandados de prisão contra suspeitos de tráfico de drogas.

A ação policial teve como alvo a região metropolitana de São Luís, Chapadinha, Mata Roma, e Urbano Santos. As investigações foram realizadas pela 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Chapadinha, que averiguou que os investigados fazem de grupos criminosos em atuação na região e que se dedicavam a prática de vários crimes, dentre eles, o tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas.

Leia também:

Mais de dois mil relógios são apreendidos em veículo na BR-316 em Caxias

Dupla assalta empresa de ônibus na Cohama e foge em moto levando dinheiro

No total, 17 pessoas foram presas nos quatro municípios alvos da operação. Além das prisões, foram apreendidos dois veículos, duas motocicletas, cinco armas de fogo, cerca de dois quilos de maconha, porções de cocaína e crack, e aproximadamente R$ 3 mil reais em espécie.

As investigações foram realizadas pela 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Chapadinha. (Foto: Divulgação / Polícia Civil)
As investigações foram realizadas pela 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Chapadinha. (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

A operação contou com a participação de aproximadamente 65 policiais civis das unidades policiais da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), do Grupo de Pronto Emprego (GPE), da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (SENARC), Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), da Força Estadual Integrada de Segurança Pública (FEISP), além de cães farejadores da SENARC e da Delegacia Regional de Codó.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.