Esquema de agiotagem no MA

Delegado diz que quantia desviada em esquema de agiotagem no MA ultrapassa facilmente os R$ 100 milhões

Prefeituras de 42 municípios são investigadas, e esse número pode crescer.

Daniel Moraes / Imirante.com

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h43
(Foto: Daniel Moraes / Imirante.com)

SÃO LUÍS – Representantes da Polícia Civil e do Ministério Público concederam entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (5), na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP), sobre a operação que prendeu, na manhã de hoje, cinco pessoas suspeitas de prática de agiotagem e desvio de verbas públicas no Maranhão. Entre elas, o atual prefeito de Bacuri, Richard Nixon dos Santos, e o de Marajá do Sena, Edvan Costa. O ex-prefeito de Marajá do Sena, Perachi Roberto de Farias Morais, também foi preso.

Segundo o delegado-geral da Polícia Civil, Augusto Barros, prefeituras de 42 municípios são investigadas, e esse número pode crescer. “Quanto mais investigamos, mais surgem indícios de irregularidades. Então, não podemos dizer com certeza que são apenas 42 prefeituras envolvidas no esquema. É bem provável que esse número seja bem maior”, afirmou.

A quantidade de dinheiro desviado, segundo a polícia, também não pode ser confirmada. “Uma única empresa-fantasma desviou R$ 46 milhões. São centenas de empresas envolvidas; então, a gente pode afirmar com certeza que esse montante ultrapassa os R$ 100 milhões facilmente. É uma quantia inacreditável de dinheiro desviado, que nós ainda não podemos precisar”, explicou o delegado-geral.

Ex-prefeito de Zé Doca é considerado foragido da Justiça

Durante a coletiva, Augusto Barros também afirmou que o ex-prefeito de Zé Doca, Raimundo Nonato Sampaio, que também teria envolvimento no esquema de corrupção, é considerado foragido da Justiça. O único mandado de prisão em aberto é o dele. “Ainda temos algumas diligências abertas, mas vocês podem ter certeza que logo estaremos batendo na porta de todos os envolvidos neste esquema”, finalizou Augusto Barros.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.