Cheias de rios

Famílias atingidas pela cheia do rio Tocantins deixam abrigos em Imperatriz

Defesa Civil ainda vai fazer novo levantamento para atualizar o número de famílias desabrigadas.

Imirante Imperatriz

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h32
Caminhões auxiliam no transporte das famílias. (Foto: Divulgação/ Defesa Civil)
Caminhões auxiliam no transporte das famílias. (Foto: Divulgação/ Defesa Civil)

IMPERATRIZ - Com a baixa de 5 metros no nível do Rio Tocantins, famílias que estavam nos abrigos improvisados pela Prefeitura de Imperatriz começaram a retornar para as casas por conta própria ainda no fim de semana, mas nesta segunda-feira (24) elas tiveram o apoio da Superintendência Municipal de Proteção e Defesa Civil (Sumpdec) e da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), com caminhões que auxiliam no transporte, além da doação de cestas básicas.

Leia também:

Novo decreto proíbe shows e grandes eventos em Imperatriz

Ruas afetadas pela enchente em Imperatriz são tomadas por lixo

Mais de 1.300 famílias estão desabrigadas ou desalojadas no Maranhão após enchentes

Bombeiros também fazem um levantamento na área e agentes da Defesa Civil vistoriam as casas para averiguar as condições estruturais, se há risco de desabamento, já que algumas chegaram a ficar completamente encobertas pela água do rio Tocantins que alcançou 10,75 metros acima do marco zero.

Bombeiros fazem um na área.(Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)
Bombeiros fazem um na área.(Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)

A equipe da Superintendência de Limpeza Pública (SLP) também trabalha na remoção de sujeiras e entulhos de todos os locais afetados com a cheia.

“Iniciamos hoje o retorno dessas famílias para suas casas, disponibilizamos cinco caminhões para auxiliar na mudança, levando utensílios, móveis e eletrodomésticos, que estarão disponíveis até que todos os desabrigados estejam brevemente nos seus lares”, destaca Josiano Galvão, superintendente da Defesa Civil.

A previsão é que cinco abrigos, dos 9 disponibilizados, sejam desativados nesta terça-feira (25) com o retorno da maioria das famílias. Ainda será feito um levantamento com o número atualizado de desabrigados, já que muitas casas dependem da limpeza e de condições seguras para o retorno dos moradores, mas a Secretaria de Governo estima que o número deve cair pela metade. As cheias atingiram mais de 400 famílias e cerca de 2 mil pessoas.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.