Fiscalização

Intensificada a fiscalização a venda clandestina de combustível em Imperatriz

Anúncio partiu da Superintendência Municipal da Defesa Civil que já fechou vários postos.

Imirante Imperatriz com informações da assessoria

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h31

IMPERATRIZ – A Superintendência Municipal de Proteção e Defesa Civil intensificou a fiscalização aos locais de vendas de combustíveis em Imperatriz. O objetivo fechar pontos de venda clandestina e prevenir riscos à segurança da população.

Em atividade desde o início da atual gestão, a fiscalização da Defesa Civil atende a legislação do setor que proíbe a venda irregular do produto.

O superintendente da Defesa Civil, Francisco das Chagas Silva explica que a comercialização irregular pode trazer sérios riscos à segurança da população e citou que o caso mais recente foi a apreensão de 350 litros de 350 litros de gasolina (23 botijões) que estavam à venda no Povoado Lagoa Verde.

“O nosso objetivo é impedir o sistema de venda clandestina de combustível. O cidadão merece um produto de qualidade, bem acondicionado, sobretudo que não coloque a sua vida e de seus familiares em risco”, garantiu o superintendente.

Os produtos comercializados irregularmente, como por exemplo, gás de cozinha e combustível, são apreendidos pela Defesa Civil. Além disso, os responsáveis por esse ramo de atividade estão sendo punidos com multa, fechamento do estabelecimento e pode, ainda,ter o alvará de funcionamento suspenso.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.