Foragido

Suspeito de feminicídio no Maranhão é preso em condomínio de luxo no Mato Grosso

O detido é suspeito de matar a tiro a própria esposa em dezembro do ano passado, na cidade de Bacuri.

Imirante.com

- Atualizada em 01/07/2022 às 17h16
O suspeito de feminicídio no Maranhão foi preso no Mato Grosso.
O suspeito de feminicídio no Maranhão foi preso no Mato Grosso. (Foto: Divulgação)

BACURI - Um homem, identificado como Nívio Isak Abreu, de 37 anos, que era foragido do Estado do Maranhão, foi preso, nesta sexta-feira (1º), em Cuiabá, capital de Mato Grosso. Segundo a Polícia Civil do Maranhão (PC-MA), ele é suspeito de ter matado a própria esposa, Eliane Reis Barbosa, de 23 anos. O crime aconteceu no dia 20 de dezembro de 2021, em Bacuri, cidade distante 204 km de São Luís.

Leia também em: 

Maranhense é vítima de feminicídio no Rio Grande do Sul

Caso de feminicídio envolvendo policial militar é simulado em Coroatá

Ainda segundo a polícia, o suspeito foi preso quando estava trabalhando na obra de um prédio de luxo, em Cuiabá e levado para a Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa. A polícia informou que o detido deve ser recambiado no decorrer deste mês para o Maranhão.

Também de acordo com a polícia, no dia do crime o casal se desentendeu na residência onde moravam, em Bacuri. Eliane Reis saiu correndo de casa. Nívio Isak teria seguido a esposa, alcançou-a em um terreno baldio.

A vítima foi baleada no peito esquerdo e levada para o hospital, em Cururupu, onde veio a falecer. Enquanto, o suspeito fugiu em uma motocicleta, de marca e placa não identificadas. A Polícia Civil está investigando o caso como feminicídio.


 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.