Duplo homicídio

Adolescente confessa autoria da morte de índio em Amarante do Maranhão

Em depoimento à polícia, o suspeito afirma que agiu sozinho.

Imirante.com

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h10
Índio e homem não-indígena foram mortos no dia 13 deste mês.
Índio e homem não-indígena foram mortos no dia 13 deste mês. (Arte: Imirante.com)

AMARANTE DO MARANHÃO – Um adolescente confessou a autoria do homicídio do indígena Erisvan Guajajara, 15 anos, e do não-indígena, José Roberto Silva, 25 anos, assassinados no último dia 13, em uma festa em uma bairro da cidade de Amarante do Maranhão, a 108 km de Imperatriz. Ele disse à policia que agiu sozinho ao praticar o duplo assassinato.

Relembre:

Maranhão registra mais uma morte de índio nesta sexta-feira

Índios morrem durante tiroteio na BR-226, entre Grajaú e Barra do Corda

Líder indígena Guajajara é morto em conflito com madeireiros

De acordo com as investigações, o adolescente teria discutido com José Roberto em uma festa que estava sendo realizada no parque de vaquejada. O índio Erisvan teria presenciado o crime e acabou sendo morto também. Os dois foram mortos a golpes de facão, e os corpos jogados a 600 metros de onde teria acontecido o crime.

O adolescente que confessou o duplo homicídio, está internado na Unidade de Funac dos Três Poderes, em Imperatriz.

Mesmo o adolescente tendo confessado os crimes, a polícia não descarta a possibilidade de participação de outras pessoas. Após o crime, quatro pessoas foram presas suspeitas de envolvimento com as mortes, mas foram liberadas pela polícia.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.