São João 2022

Bumba meu boi no Maranhão e as peculiaridades desta manifestação cultural

Pesquisadora explica a origem e as influências da festividade mais popular do estado.

Na Mira, com informações do G1 MA

O São João é uma das festividades mais comemoradas no Maranhão.
O São João é uma das festividades mais comemoradas no Maranhão. (Foto: Divulgação/Prefeitura de São Luís)

MARANHÃO - O São João é uma das festividades mais aguardadas e comemoradas no Maranhão. Com elementos que são reconhecidos pela UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade, o Bumba meu boi é o principal  destaque entre arraiais e demais comemorações espalhadas por todo o estado. 

Sua história, que mescla características europeias, indígenas e africanas, resultou em uma das expressões culturais mais peculiares e originais do Brasil, se diferenciado, desta forma, dos costumes das demais regiões do país 

Em entrevista ao G1 Maranhão, Esther Marques, professora da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e pesquisadora em cultura popular, explica de onde surgiram as influências que deram origem ao São João do Maranhão:

“Essa tradição vem sendo com o tempo composta com as influências que vieram para o Maranhão. Uma delas que vieram para cá diretamente dos Açores, na época do povoamento, a gente está falando antes da colonização. Os contornos que hoje a gente observa no Bumba meu Boi, por exemplo, são os sotaques. São as linguagens próprias do brincar, do vestir, do narrar suas próprias histórias e são influências que vêm da África e dos indígenas, somada a tradição dos Açores”, explica.

Uma das peculiaridades desta festividade no Maranhão, é a comemoração voltada aos santos São João, São Pedro, Santo Antônio e São Marçal, sendo o último comemorado apenas na capital, em São Luís. Em outros lugares do Brasil, nós temos festejos juninos, mas não com essa manifestação cultural religiosa e essa homenagem vem dos Açores, da Ilha Terceira, que homenageia os três santos”.

Outro traço cultural marcante e original do estado é a forma como se manifesta o Bumba meu boi no período junino. De acordo com Esther, nos outros lugares o boi não está ligado ao São João e sim ao carnaval: “Temos a tradição do Bumba meu boi no Brasil inteiro. O que diferencia o Bumba meu Boi do Maranhão dos outros lugares é que o Bumba meu Boi é mais dançado no carnaval do que no São João. Nos outros lugares não está ligado ao São João”, explica Esther Marques.

Outras manifestações e danças do Maranhão como o Tambor de Crioula e o Cacuriá também se diferenciam do resto do país: “A manifestação folclórica, essa que tem uma memória longa e arcaica, ela vai adquirindo as características da cultura onde ela assenta. Houve um assentamento daquela manifestação no Maranhão e essa manifestação foi se reestruturando, reorganizando conforme as características locais. Por exemplo, você pode encontrar até o Tambor de Crioula no Rio de Janeiro, mas não da mesma forma que é feito aqui”. diz a pesquisadora.

Um aspecto curioso sobre as manifestações juninas, são as diferenças e semelhanças entre o Bumba meu boi e o Boi bumbá. O Boi bumbá surgiu a partir da Lenda do Bumba meu boi, em meados do século 20. A cultura do Bumba meu boi do Maranhão foi levada para Parintins, no Amazonas, por dois maranhenses do interior do estado. A brincadeira se popularizou por lá, ganhou adeptos e hoje, é uma das principais manifestações do Amazonas. 

Segundo Esther, a beleza da cultura é sua capacidade de mudar através da história e suas circunstâncias: “A cultura tem essa dinâmica. Ela se move, não fica imutável e nem folclore. O que é imutável no folclore é só a memória, porque se ele não se movimentar, ele se torna museológico”, concluiu.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.