Polêmica

Jolie afirma que temia pela segurança da família durante casamento com Pitt

O relacionamento dos dois durou 12 anos.

Na Mira

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h01
Jolie disse que por conta do processo de custódia, que está em andamento, é impedida de dar mais detalhes sobre o assunto.
Jolie disse que por conta do processo de custódia, que está em andamento, é impedida de dar mais detalhes sobre o assunto. (Foto: Reprodução)

MUNDO – A atriz Angelina Jolie afirmou que temia pela própria segurança e a segurança da família durante o seu casamento com o ator Brad Pitt. O relacionamento dos dois durou 12 anos. Anúncio foi feito pela artista em entrevista ao jornal The Guardian, enquanto promovia seu novo livro “Know Your Rights and Claim Them”.

Leia também:

Atriz Angelina Jolie cria página no Instagram e compartilha carta de adolescente afegã

Jolie disse que por conta do processo de custódia, que está em andamento, é impedida de dar mais detalhes sobre o assunto.

No entanto para a revista Guardian’s , Angelina Jolie afirmou, acenando com a cabeça, que fazia menção ao divórcio e às acusações de violência doméstica que ela fez contra Brad Pitt.

Perguntada se temia pela segurança de sua família Jolie afirmou.”Sim, pela minha família. Minha família inteira”, disse.

A atriz afirmou que foi uma decisão difícil o pedido do divórcio”. “Foi muito difícil para mim estar em uma posição em que senti que deveria me separar do pai de meus filhos”, afirmou.

O novo livro de Angelina Jolie é escrito em parceria com a advogada Geraldine Van Bueren, da área dos direitos humanos. A obra descreve todos os diretos que as crianças têm, segundo a convenção das Nações Unidas.

A atriz afirmou que suas experiências com Pitt, a fizeram perceber a importância do direito das crianças.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.