Justiça

Montadora nega envolvimento no acidente de Paul Walker

Filha do ator culpa empresa pelo acidente do pai, em 2013.

Na Mira

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h39
(Foto: Reprodução / Internet)

Meadow Walker, filha do ator Paul Walker, abriu nessa terça-feira (29) um processo contra a montadora Porsche. A jovem culpa a empresa por homicídio culposo, dois anos após a morte do pai em um acidente, quando estava dentro de um veículo da montadora.

Após saber do processo, a empresa enviou um comunicado ao canal CNN, afirmando que o acidente aconteceu devido direção imprudente e a velocidade acima do limite estabelecido.

"Nós não vimos o processo e portanto não posso comentar sobre as suas especificidades. Como nós falamos antes,nos entristecemos sempre que alguém se fere em um veículo da Porsche, mas nós acreditamos na conclusão das autoridades que, claramente mostraram que essa trágica batida foi resultado de uma direção imprudente e de excesso de velocidade", diz a nota

Segundo um site americano, consta no processo que o cinto de segurança sufocou Paul Walker no momento da colisão, deixando ele preso no banco, o que ocasionou em sua morte. Os advogados da jovem dizem, ainda, que esse modelo de carro da Porsche possui um histórico de instabilidade.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.