Após acidente

Site diz que filha de Paul Walker processou marca de carro

Ela processou Porche por homicídio culposo.

Imirante.com

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h39
(Reprodução/Internet)

ESTADOS UNIDOS - A filha do ator Paul Walker, Meadow Walker, de 16 anos, abriu um processo por homicídio culposo contra a marca de carros Porsche, de acordo com informações do site TMZ. O ator morreu após um acidente de carro dentro de um Porsche Carrera GT, e os advogados de Meadow afirmam que o cinto de segurança foi responsável por quebrar as costelas e pélvis de Paul, deixando-o preso no banco do passageiro.

O processo movido pela filha do ator diz que "Paul Walker aspirou fuligem para sua traqueia enquanto o Porsche Carreta GT queimava" e que o incêndio no automóvel começou cerca de um minuto e meio após o acidente, quando ele ainda estaria consciente.

A investigação do acidente aponta que o motorista Roger Rodas estava entre 129 e 150 km/h. Já os advogados de Meadow contestam esse laudo e afirmam que o Carrera GT tinha "uma história de instabilidade e problemas de controle".

Entenda

O ator Paul Walker, de 40 anos, estrela da franquia de filmes Velozes e Furiosos, morreu em 2013, em um acidente de carro em Santa Clarita, no sul da Califórnia, Estados Unidos. Ele ocupava o banco do carona em um Porsche guiado pelo amigo Roger Rodas, de 38 anos, que também morreu.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.