Mulher

Tratamentos modernos para rejuvenescer a pele

Conheça as novidades do mundo da estética.

Na Mira com informações da assessoria

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h40
(google)

Envelhecer é algo normal e acontece com qualquer pessoa. Mas, fatores externos como poluição, excesso de exposição aos raios solares, baixa umidade do ar e outros fatores podem causar o acúmulo de radicais livres nas células que geram a quebra das fibras elásticas e diminuição das fibras colágenas. De acordo com o médico dermatologista Amilton Macedo (CRM/SP – 80686), com prática em oxidologia, o envelhecimento cutâneo é classificado em dois tipos: o intrínseco e o extrínseco. “O intrínseco é o envelhecimento natural. Ele é causado pela passagem dos anos que afetam a fabricação de colágeno pelo organismo. O extrínseco, entretanto, ocorre por fatores externos como excesso aos raios ultravioletas e poluição”, indica.

Alguns hábitos do cotidiano também podem contribuir para o envelhecimento da pele como o cigarro, que causa a diminuição do fluxo de sangue na pele e, por consequência, dificulta a oxigenação dos tecidos. Além dele, a ingestão de bebidas alcoólicas, pois o álcool etílico, diminui a quantidade de vitamina A no organismo.

Como reduzir os danos?

A vitamina A é importantíssima para a saúde da pele porque ela atua regenerando a mesma e melhora a retenção de água, o que garante flexibilidade na cútis. “Ela possui um poder antioxidante. Porém, quando está em falta no organismo, agrava no envelhecimento da cútis. Seus benefícios são a elevação da imunidade das células cutâneas, aumento da produção e reorganização das fibras de colágeno e ainda clareamento da pele”, recomenda o especialista

Tripollar Face

Para eliminar a flacidez que acomete a região do rosto e do pescoço, essa técnica é a mais indicada. A ação da radiofrequência promove uma reorganização do colágeno, através do aquecimento localizado que estimula a as células produtoras da proteína. Consequentemente tonifica a pele, traz rejuvenescimento e suaviza linhas finas.

Dermoinfusão com Acquapeel

O tratamento utiliza uma ponteira de diamante de forma lubrificada para promover a abrasão e a esfoliação da pele. Desta forma, causa uma renovação da mesma, reduz linhas finas e poros dilatados, estimula a produção de colágeno, além de clarear manchas.

Fotobiomodulação com LED’s Light Therapy: Essa tecnologia é utilizada pela NASA para acelerar o processo de cicatrização dos astronautas. De acordo com Amilton, a fotobiomodulação atua por meio da emissão de luz de LED sobre a pele. Com isso, acelera a produção de proteínas e, por consequência, inibe a ação das enzimas que destroem o colágeno, ajudando na redução de rugas finas, cicatrizes, poros dilatados e atua fortalecendo os fios de cabelo, evitando a sua queda.

Carboxiterapia Facial: consiste na injeção intradérmica de gás carbônico (CO2), substância que melhora a circulação sanguínea e favorece a oxigenação cutânea. É indicada para reduzir flacidez, levantar a expressão, estimular a produção de colágeno, revitalizar os tecidos e clarear as olheiras.

Peeling Químico: o procedimento é realizado com soluções químicas como fenol, ácido tricloroacético e ácidos alfahidróxidos que cuidadosamente aplicadas na pele para melhorar a sua textura. Ele atua removendo camadas exteriores danificadas. Ou seja, rejuvenesce, atenua rugas, reduz flacidez, suaviza manchas e cicatrizes e promove renovação celular.

Toxina Botulínica Tipo A: conhecida como Botox, essa toxina atua minimizando o aparecimento de rugas, pois promove o relaxamento dos músculos. Além disso, suaviza os contornos faciais, atenua rugas ao redor dos lábios e repõem o volume facial, garantindo uma aparência rejuvenescida e natural.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.