ARRAIAL MIRANTE NEWS

Boi Meu Tamarineiro anima os arraiais do São João

Grupo de bumba-meu-boi tem 59 anos de existência

Mirante News FM

Atualizada em 09/07/2024 às 07h46
Integrantes do Boi Meu Tamarineiro, convidados da edição desta segunda-feira (08) do programa Arraial Mirante News
Integrantes do Boi Meu Tamarineiro, convidados da edição desta segunda-feira (08) do programa Arraial Mirante News (Patrícia Santos/Mirante News FM)

SÃO LUÍS - O Bumba Meu Boi Meu Tamarineiro de São José de Ribamar foi fundado em 25 de abril de 1965 por Lucas Evangelista, conhecido como Mestre Bilú. É o primeiro boi de orquestra da Grande Ilha de São Luis e era conhecido como Bumba Meu Boi de Orquestra de Ribamar, pois já existia o também famoso Boi de Ribamar, sotaque de matraca.

Com o falecimento de Mestre Bilú, em 22 de agosto de 1985, o então cantador Osvaldo Preto (sobrinho de Bilú) compôs a toada "Meu Tamarineiro" em sua homenagem, já que as reuniões e ensaios do batalhão aconteciam debaixo de um enorme tamarineiro, árvore frutífera que dá o fruto conhecido como tamarino ou tamarindo.

O coordenador do Boi Meu Tamarineiro, Mael Galvão, falou sobre o grupo de bumba-meu-boi e de outros assuntos na entrevista ao programa Arraial Mirante News, da Rádio Mirante News FM.

"É muito gratificante para gente, depois de uma luta árdua, meses de ensaio, de reuniões, perda de sono em termos de fazer indumentária, porque às vezes as pessoas chegam nos arraiais vê aquela coisa pronta só acha se está bonito ou que não está legal, mas não sabe o trabalho que tem por trás e o tempo que já se teve de trabalho, de investimento financeiro, para chegar naquilo que está bem ali”, afirmou Mael Galvão.

Assista à entrevista na íntegra.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.