ARRAIAL MIRANTE NEWS

Boi de Santa Fé celebra com alegria o São João

Grupo cultural existe desde a década de 80

Mirante News FM

Atualizada em 09/07/2024 às 07h46
Sandra Regina, convidada da edição desta segunda-feira (08) do programa Arraial Mirante News
Sandra Regina, convidada da edição desta segunda-feira (08) do programa Arraial Mirante News (Patrícia Santos/Mirante News FM)

SÃO LUÍS - O Boi de Santa Fé foi fundado em 1988 por Zé Olhinho, natural de São Vicente Ferrer, e seus colegas da Baixada Maranhense, que se estabeleceram em São Luís na década de 50, trazendo para o Bairro de Fátima suas batidas, passos, instrumentos, indumentárias e personagens.

O sotaque da Baixada é embalado pela percussão que reúne pandeiros, caixas, tambores-onça, maracás e pequenas matracas. Seu personagem mais característico é a Cazumba, mistura de homem e bicho, que traz um chocalho na mão e requebra as cadeiras avantajadas, vestindo uma bata comprida ricamente bordada, uma máscara de madeira (queixo) e cabeças esculpidas, cada vez mais elevadas (as caretas).

O Boi de Santa Fé reúne um conjunto de cazumbas (que chega a reunir 40 integrantes), embaladas com as toadas de Zé Olhinho. O esplendor visual de suas apresentações são algumas das joias do Santa Fé, ao lado de seu conjunto de percussionistas e brincantes.

A integrante do Boi de Santa Fé, Sandra Regina, falou sobre o grupo de bumba-meu-boi e de outros assuntos na entrevista ao programa Arraial Mirante News, da Rádio Mirante News FM.

”É uma mistura de sentimentos que traduz muito do que o mestre Zé Olhinho é. O batalhão de santa fé vibra exatamente na frequência do mestre", declarou Sandra Regina.

Assista à entrevista na íntegra.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.