Limpeza

Bairros de Imperatriz estão sem coleta de lixo

A empresa responsável pelo recolhimento já foi notificada pela prefeitura e deve regularizar o serviço em 48 horas.
Imirante.com12/03/2021 às 22h19
Bairros de Imperatriz estão sem coleta de lixoNo residencial Teotônio Vilela, do Programa Minha Casa Minha Vida, são 920 casas e o lixo não é recolhido há mais de uma semana. (Foto: divulgação)

IMPERATRIZ -A irregularidade na coleta de lixo doméstico em Imperatriz vem sendo registrada há meses, mas na última semana o problema se acentuou em vários bairros da cidade com o amontoado de sacolas nas portas das residências.

No residencial Teotônio Vilela, do Programa Minha Casa Minha Vida, são 920 casas e o lixo não é recolhido há mais de uma semana. No bairro Santa Inês e em pelo menos outros cinco grandes bairros, os restos de alimentos e todo o descarte doméstico está acumulado nas sacolas, esquinas e terrenos baldios, mesmo com o calendário dos dias específicos em que os moradores devem colocar o lixo fora de casa, por causa do atraso no recolhimento.

De acordo com a Superintendência de Limpeza Pública em Imperatriz, a empresa responsável pela coleta informou que alguns caminhões estão quebrados, mas já foi notificada para regularizar o serviço em 48 horas. O superintendente Alan Jhones disse que equipes de limpeza da prefeitura vão trabalhar neste fim de semana para auxiliar no recolhimento do lixo da cidade. Veja a nota da prefeitura na íntegra:

A Prefeitura de Imperatriz, por intermédio da Secretaria de Limpeza Pública, SLP, reconhece a irregularidade da coleta de lixo, e reitera que as medidas necessárias estão sendo tomadas para regularizar o serviço. O secretário de Limpeza Pública, Alan Johnes, ressalta que a Sellix Ambiental, empresa responsável pela coleta de lixo, já foi notificada 39 vezes e a situação foi encaminhada para a Procuradoria Geral do Município. O prefeito Assis Ramos destacou que já está providenciando uma solução, ou com a rescisão do contrato, ou com contratação emergencial de outra empresa que possa satisfazer a necessidade da população. Assis Ramos explica ainda que a empresa não está cumprindo com as cláusulas contratuais sem justificativa, pois o pagamento do contrato segue sendo realizado em dia. O fim do mês de março é o ultimo prazo para que a empresa regularize sua situação.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.