Inquérito sorológico

Covid-19: inquérito sorológico mostra que 43% da população que anda de ônibus foi infectada

Carlos Lula, secretário estadual de saúde, não descartou a probabilidade de uma segunda onda de contaminação no Estado.
Imirante.com, com informações da TV Mirante12/11/2020 às 21h42
Covid-19: inquérito sorológico mostra que 43% da população que anda de ônibus foi infectadaegundo a SES, mais de 4 mil pessoas foram ouvidas em 70 municípios do Estado. ( Foto: Paulo Soares / O Estado)

MARANHÃO - A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou, nessa quarta-feira (11), a segunda etapa do inquérito sorológico da Covid-19 que aponta que 43% da população que é usuária do transporte coletivo já foi infectada pela doença no Estado.

Leia também:

Maranhão registra 4.154 mortes e 189.048 casos confirmados do novo coronavírus

Segundo dados do inquérito sorológico, a taxa de infecção é de 35% entre as pessoas que não são usuárias do transporte público. Segundo a SES, mais de 4 mil pessoas foram ouvidas em 70 municípios do Estado.

A coleta de sangue dos voluntários foi realizada pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) em parceria com o Laboratório Central do Estado (LACEN). De acordo com o laboratório, o método tem 99% de confiabilidade. Nas ruas, quem está mais exposto andando nos ônibus precisa manter hábitos que evitem o contágio e adotar medidas para reduzir o risco.

Carlos Lula, secretário estadual de saúde, não descartou a probabilidade de uma segunda onda de contaminação no Estado. Ele afirma que o Maranhão já está se preparando para esse cenário.

“A gente pode ter daqui a 60 dias um aumento de casos no país, nossa faixa de internação de maneira global, gira em torno de 15 a 20% de internações. Mas o estado já está se preparando para a segunda onda. A gente está aumentando as nossas redes”, disse Carlos Lula.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.