Tragédia no Chile

Corpos de crianças maranhenses mortas no Chile são sepultados em São Luís

Isadora Bringel e Khálida Carvalho Trabulsi morreram após deslizamento de rochas na Cordilheira dos Andes.
Imirante.com08/06/2019 às 23h45
Corpos de crianças maranhenses mortas no Chile são sepultados em São LuísSepultamento aconteceu no Cemitério do Gavião, em São Luís. (Reprodução / TV Mirante)

SÃO LUÍS - Os corpos de Isadora Bringel, de sete anos, e Khálida Carvalho Trabulsi, de três anos, foram sepultados na manhã deste sábado (8) no Cemitério do Gavião, no bairro da Madre Deus, em São Luís. As duas crianças morreram na última segunda-feira (3), vítimas de um deslizamento de rochas durante um passeio turístico na região de San José de Maipo, na Cordilheira dos Andes, no Chile. As meninas, que estavam com as famílias, eram da cidade de Bacabal (MA).

Leia também:

Duas crianças maranhenses morrem durante passeio turístico no Chile

Tragédia no Chile: área onde maranhenses morreram deveria estar fechada

Mãe de maranhense morta no Chile lamenta tragédia: "Hoje não ouvi você dizer que me ama"

Corpo de menina maranhense morta no Chile será velado em São Luís

Mãe de maranhense morta no Chile está grávida da segunda filha

De acordo com o jornal chileno “La Nación”, o grupo de 20 turistas em que estavam Khálida, Isadora e seus familiares estavam em lugar de acesso proibido.

Autoridades chilenas investigam por que as barreiras de segurança do local foram violadas e se o guia de turismo do grupo pode ser responsabilizado pela tragédia.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.