Balanço de janeiro

Número de homicídios, no mês de janeiro caiu, 70% em Imperatriz

Durante todo o mês de janeiro, foram registrados cinco homicídios.
Imirante Imperatriz01/02/2017 às 13h09
Número de homicídios, no mês de janeiro caiu, 70% em Imperatriz O delegado regional, Eduardo Galvão, atribui à redução ao trabalho de combate às drogas. (Foto: Divulgação)

IMPERATRIZ – O número de assassinatos, no mês de janeiro, teve uma queda bastante expressiva em relação à igual período do ano passado, cerca de 70%. De acordo com informações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), durante todo o mês, foram registrados cinco homicídios.

No mês de janeiro do ano passado, foram 16 mortes por assassinato, sendo um dos meses mais violentos do ano. “Diminuiu significativamente. A gente já vinha no viés de baixa desde dezembro. Uma redução, sobretudo, no número de homicídios e nos demais crimes. Mas esse mês de janeiro foi realmente, do nosso ponto de vista, ótimo, em relação ao ano passado e até anos anteriores, foi maravilho”, comemorou o delegado regional Eduardo Galvão.

Um dos fatores que tem contribuído para a redução no número de mortes violentas, de acordo com o delegado, é o trabalho intensivo de combate às drogas que vem sendo feito na cidade. “Há um trabalho hoje, voltado sobretudo, da Inteligência da Polícia Militar, que está à frente desta situação e todos os dias, na Delegacia Regional, a gente está fazendo flagrante de droga”, afirma o delegado, ressaltando que o trabalho tem contribuído de forma significativa para a redução no número de homicídios.

Outro dado que tem chamado a atenção em relação aos crimes é a quantidade de mulheres envolvidas com a criminalidade. Ainda de acordo com informações do delegado regional, o número de mulher no tráfico tem aumentado. “A gente tem visto nos últimos seis meses que há um número muito maior de mulheres envolvidas com o crime, sobretudo com os crimes, além de tráfico de drogas”.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.