Mulheres assassinadas

Doze mulheres foram assassinadas só este ano, em Imperatriz

O número alarmante de vítimas assusta até a polícia.
Imirante Imperatriz27/12/2016 às 15h02

IMPERATRIZ – O ano de 2016 ainda não terminou, mas o número de mulheres que foram assassinadas este ano é alarmante. De acordo com dados da Delegacia de Homicídios, 12 mulheres foram assassinadas. A maioria delas foi morta por envolvimento com drogas.

Do total, oito mulheres foram assassinadas por envolvimento com o tráfico de drogas. Três delas foram vítimas de crime de gênero (passional), e uma foi vítima de latrocínio, roubo seguido de morte. O número de mulheres assassinadas assusta até a polícia.

O caso mais recente, e talvez, de maior repercussão, foi o da bancária Elizelda de Paulo Alves, de 29 anos, que foi assassinada com um tiro na cabeça dentro de um quarto de um hotel, no bairro Bacuri, na manhã desse segunda-feira (26).

O suspeito é o ex-marido da vítima, identificado como Clodoaldo Alves, que está foragido. A polícia conseguiu localizar o carro que o suspeito usou para fugir. O veículo foi abandonado na BR-010, em Itinga (MA).

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.