Briga entre torcedores

Superclássico entre Moto Club e Sampaio Corrêa começou com confusão fora de campo

Em um dos vídeos, torcedores bolivianos da "Tubarões da Fiel" agridem covardemente um motociclista que estava com camisa da torcida rival.
Imirante Esporte10/02/2019 às 13h27
Superclássico entre Moto Club e Sampaio Corrêa começou com confusão fora de campoRegistros do momento da confusão. (Foto: Reprodução)

SÃO LUÍS - O Superclássico entre Moto Club e Sampaio Corrêa começou com confusão fora de campo, torcedores das torcidas organizadas dos clubes se agrediram antes do início do jogo, que ocorreu na tarde desse sábado (9), no Castelão, em São Luís.

Saiba mais: Moto Club derrota o Sampaio Corrêa no primeiro Superclássico de 2019

Nos vídeos, é possível ver os torcedores se enfrentando, disparando pedras e fogos de artifício uns contra os outros e até mesmo nos policiais, que faziam a defesa no local. Nas imagens, é possível ouvir torcedores gritando "vai pra cima", "pega, pega", "mete bala neles", na hora da confusão.

Em outro registro, torcedores da torcida organizada do Sampaio Corrêa, conhecidos como "Tubarões da Fiel", param um motociclista que vestia a camisa de uma torcida organizada do Moto Club, derrubam o torcedor motense do veículo, arrancam a camisa e cerca de dez torcedores da Tubarão agridem o motociclista, que só não ficou gravemente ferido porque estava de capacete.

Assista:

A Polícia Civil já está com posse dos registros e deverá identificar todos os agressores, para que sejam tomadas as atitudes cabíveis.

Já no fim de jogo, após o resultado por 1 a 0 para o Moto Club, torcedores do Sampaio Corrêa que estavam "pistola" com a situação do time, começaram a protestar contra o atual presidente do clube, Sérgio Frota.

Os torcedores gritavam "fora Sérgio Frota", sem parar. Vale ressaltar, que as eleições que irão eleger o novo presidente do clube ocorrem neste ano.

Provocações nas redes sociais

Nas vésperas da partida, a equipe de marketing do Sampaio Corrêa, fez uma publicação considerada homofóbica e machista pelos torcedores. A publicação foi apagada no dia seguinte, procurado pelo Imirante.com, o presidente do clube Sérgio Frota, disse que a imagem não foi enviada previamente para ele e destacou que não apoia esse tipo de publicação e provocação nas redes oficiais do clube.

Saiba mais: Sérgio Frota afirma que não autorizou a postagem homofóbica nas redes do Sampaio

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.