Polêmica nas redes

Sérgio Frota afirma que não autorizou a postagem homofóbica nas redes do Sampaio

O presidente do Sampaio Corrêa disse que é contra a provocação postada nas redes oficiais do clube e garantiu que apoia o movimento LGBTQ+.
Priscille Damous / Imirante Esporte08/02/2019 às 14h30

Na manhã de ontem (7), uma publicação feita no perfil oficial do Sampaio Corrêa chamou a atenção nas redes sociais. A divulgação que tinha a intenção de divulgar a venda de ingressos para o Superclássico que ocorrerá neste sábado (9), contra o Moto Clube, no Castelão, foi considerada como homofóbica pelos internautas e causou polêmica nas redes.

A problemática apontada é que, ao trocar provocações com o time rival, a equipe de marketing do Tricolor não prestou atenção no teor da postagem, que acabou sendo interpretada como homofóbica e machista por diversos torcedores e internautas. Na publicação, o Sampaio Corrêa alterou a cor original do escudo do Moto Club para a cor-de-rosa, anunciando que anunciando que, o mando de campo é "delas" e se referindo ao rival como "morto".

Provocação considerada homofóbica postada pelo perfil do Sampaio Corrêa. (Foto: Reprodução / Instagram)

Foto: Reprodução / Instagram

Entenda o caso: Moto Club critica provocação homofóbica feita pelo rival Sampaio Corrêa

Procurado pelo Imirante.com, o presidente do clube, Sérgio Frota, respondeu com exclusividade que não apoia a provocação feita pelo perfil oficial do Sampaio Corrêa e disse, que em nenhum momento, a postagem foi previamente enviada a ele antes de ser publicada nas redes oficiais do time.

"Acho que todas as formas de promover, com civilidade, o clássico é válido. Todavia, não concordo com essa postagem (não foi submetida previamente a mim) e vou me posicionar e manifestar nas minhas redes sociais. Essas considerações: "Boligay, Sampanha, Sardinha, Morto Club, Motoca, etc", podem ser feitas pelos torcedores, nunca pelo corpo diretivo de um clube. Como Presidente do Sampaio há 12 anos, sempre primei pelo respeito a todos os outros Clubes daqui e de outros Estados", afirmou Sérgio Frota.

O presidente do Sampaio Corrêa também reafirmou o respeito mútuo com a equipe do Moto Club, principalmente pela tradição no esporte maranhense e se posicionou a respeito das induções sobre a homofobia presente na postagem recente do Tricolor.

"Respeito muito o Moto Club, pela sua história no Futebol Maranhense e Brasileiro e principalmente como o grande rival da Bolívia Querida. Em relação a ilações quanto a Homofobia, estou muito tranquilo pois em 6 anos como Político sempre apoiei o movimento LGBT e tenho nele vários amigos e lideranças de peso", concluiu.

Após a repercussão do caso, a postagem do Sampaio Corrêa foi devidamente excluída das redes oficiais do time.

O Superclássico entre Sampaio Corrêa e Moto Clube, partida válida pela quarta rodada do Campeonato Maranhense, ocorrerá na tarde deste sábado (9), às 17h, no Estádio Castelão, em São Luís.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.