Caiu!

Moto dispensa Paulinho Kobayashi e presidente dispara: "postura que não agradou"

Técnico deixa o clube após eliminação na Copa FMF.

Eduardo Lindoso / Imirante Esporte

- Atualizada em 10/11/2022 às 11h38
Paulinho Kobayashi durante a derrota para o Tuntum
Paulinho Kobayashi durante a derrota para o Tuntum (Matheus Soares / Grupo Mirante)

SÃO LUÍS – A derrota, por 2 x 1, que custou a eliminação da Copa FMF e a chance disputar uma competição nacional em 2023 caiu como uma bomba nos bastidores do Moto Club. Ser eliminado nas semifinais pelo Tuntum acabou com a breve passagem do técnico Paulinho Kobayashi e toda a sua comissão técnica. O anúncio da queda do treinador – que fez apenas quatro jogos à frente do time –, foi anunciada pelo presidente rubro-negro Yglésio Moyses, que fez críticas à postura do time e falou em “dificuldade de relacionamento”.

VEJA MAIS 

Tuntum vence, avança à final da Copa FMF e deixa o Moto Club sem calendário nacional em 2023

GALERIA: Veja as melhores imagens do jogo entre Moto Club e Tuntum
 

Paulinho Kobayashi chegou ao Moto Club com tempo para montar a equipe, teve oportunidade de indicar alguns atletas, mas, na prática, o trabalho acabou não dando os resultados esperados. A Copa FMF era a chance que o clube enxergava para melhorar seu calendário com a disputa da Série D de 2023, em caso de título, como a própria direção havia deixado claro. Porém, na prática isso não aconteceu.

Na sua estreia na Copa FMF, o Moto Club venceu por W.O depois de o São José não entrar em campo. Na sequência, a melhor apresentação sob comando de Kobayash, um 5 x 0 diante do Juventude. No jogo seguinte, uma derrota para o MAC, por 2 x 1, quando o treinador poupou alguns jogadores e foi bastante criticado. Na terceira partida um empate sem gols contra o Tuntum, no estádio Rafael Seabra, no duelo de ida das semifinais. E, na última quarta-feira (9), a derradeira derrota, no jogo da volta das semi, por 2 x 1, para o Tuntum, em São Luís, e a eliminação precoce.

Ainda na noite da eliminação, Yglésio Moyses falou sobre a saída da comissão técnica. “Ruim o resultado da Copa FMF, eliminação dura. Fizemos o melhor, em termos de buscar, dar condições para o time. Um técnico que a torcida, uma grande parte, aprovou a contratação. Demos toda a liberdade para construir o time. Infelizmente teve uma postura em campo que não agradou a diretoria. Não vai ter como manter essa comissão técnica. Infelizmente, diante de um resultado tão ruim como esse. E dificuldade, inclusive, de relacionamento”, comentou. 

Agora o Moto Club disputará o Campeonato Maranhense e a Pré-Copa do Nordeste na próxima temporada. 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.