Tempo ruim!

Em 10 jogos, Léo Condé ganhou apenas uma partida no tempo normal

Técnico ainda não conseguiu engrenar boas atuações nessa nova passagem pelo Sampaio Corrêa.

Eduardo Lindoso / Imirante Esporte

- Atualizada em 03/05/2022 às 11h26
Léo Condé e o seu auxiliar, Renatinho, em jogo do Sampaio no Castelão
Léo Condé e o seu auxiliar, Renatinho, em jogo do Sampaio no Castelão (Ronald Felipe / Sampaio Corrêa)

SÃO LUÍS – O tricampeonato estadual – com a conquista da sua 36ª taça -, ofuscou um pouco as críticas, mas, de fato, o Sampaio Corrêa ainda precisa evoluir muito na temporada se quiser alcançar seu maior objetivo no ano, que é o acesso à Série A. Olhando friamente para os números, é possível ver que o time de Léo Condé ainda pena para vencer partidas. Foram 10 jogos e apenas uma vitória no tempo normal, diante do Brusque, pela Série B, isso incluindo ainda o Estadual. Muito pouco para um time que almeja o que a Bolívia Querida quer. 

LEIA MAIS 

Com desfalque, Sampaio Corrêa inicia preparação para enfrentar o CRB

Sampaio Corrêa se reapresenta e prioriza parte física

Ganhar o Campeonato Maranhense sem nenhuma vitória no tempo normal nas duas partidas da final parece normal, mas é um sinal da dificuldade que o Sampaio tem para vencer suas partidas nesta temporada de 2022. Essa dificuldade, inclusive, fez o Tricolor sucumbir nas Copas do Nordeste e do Brasil, mas ainda sob a batuta de João Brigatti. No Estadual, mesmo com essa oscilação, e, principalmente, pelo bom 1º turno que fez, a conquista acabou caindo no colo do clube. 

Porém, se olharmos para o desempenho apenas sob o comando de Léo Condé, fica nítida essa dificuldade que o time ainda tem para bater seus oponentes, que pese também as mudanças no elenco, com as saídas e chegadas de jogadores, depois do Maranhense. Mesmo assim, o que o time entrega ainda é pouco. Desde que o técnico mineiro estreou, são 10 partidas e apenas uma vitória no tempo normal (isso porque tem o triunfo nos pênaltis na final do Estadual), o 3 x 1 sobre o Brusque, no Castelão, pelo Brasileiro. Léo Condé iniciou mais uma passagem pelo Sampaio no empate por 3 x 3 com o Tuntum, uma partida depois de a Bolívia ter vencido um clássico sobre o Moto Club. 

E nessa sequência sem vencer, o time de Léo Condé se notabiliza pelos empates. São 10 partidas, com uma vitória, sete empates e duas derrotas. E os dois tropeços foram justamente na Série B, contra Sport e Bahia, os dois por 1 x 0. No Brasileiro, em três jogos em São Luís foram dois empates e uma vitória.  

Tempo livre 

E, com um calendário cheio, Léo Condé agora comemora uma semana livre para treinador e, quem sabe, conseguir fazer o time evoluir. “De fato é uma situação nova desde que retornei, porque foi uma sequência de jogos com intervalo mínimo, e agora teremos um tempinho a mais para treinar. Então, a ideia é utilizar esse período para intensificar a parte física, tática e técnica, e fazer algumas correções para que possamos buscar um bom resultado contra o CRB”, afirmou Condé.

Com cinco pontos, o Sampaio Corrêa é o 11º colocado da Série B e volta a campo para enfrentar o CRB, na noite da próxima segunda-feira (9), a partir das 20h, no Estádio Rei Pelé, em confronto que terá cobertura completa do Imirante Esporte e transmissão da rádio Mirante AM.

Confira os melhores momentos de Sampaio Corrêa 1 x 1 Operário pela Série B do Campeonato Brasileiro de 2022.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.