Copinha

Vitória na estreia do Chapadinha quebra "jejum" de 8 anos do Maranhão

Último time do estado a vencer na rodada de abertura havia sido o JV Lideral, em 2014.

Eduardo Lindoso / Imirante Esporte

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h42
Chapadinha venceu o Criciúma na estreia da Copinha
Chapadinha venceu o Criciúma na estreia da Copinha (Reprodução/Instagram )

SÃO LUÍS - A Vitória do Chapadinha, por 1 x 0, sobre o Criciúma-SC, na segunda-feira (3), quebrou uma marca ruim dos times maranhenses na maior competição de categoria de base do país, a Copa São Paulo de Futebol Jr, a Copinha. Desde 2014, há oito anos, um time do estado não vencia em uma estreia na competição. O último time do Maranhão a iniciar a disputa com um triunfo foi o JV Lideral, de Imperatriz, que bateu o União Suzano-SP, por 2 x 0, na rodada de abertura do Grupo T, em 2014.

LEIA MAIS

Chapadinha vence o Criciúma na estreia da Copa São Paulo 2022

Arlindo projeta estreia do IAPE na Copinha: "Esperamos grande jogo"

Com o triunfo, por 1 x 0, sobre os catarinenses, o Chapadinha soma três pontos e divide agora a liderança do Grupo 7 com o Nova Iguaçu-RJ, que superou o Comercial-SP na rodada de abertura. E esse feito do Chapadinha é uma “quebra de jejum”.

O JV Lideral, mesmo vencendo na sua estreia em 2014, não avançou à segunda fase. O time de Imperatriz terminou essa fase inicial na terceira posição do Grupo T, com três pontos. Em 2015, Babuçu e Sampaio Corrêa estrearam com derrotas. No ano seguinte, em 2016, Sabiá e Sampaio também não venceram em suas estreias, porém, a Bolívia Querida empatou por 2 x 2 na sua estreia, com o Palmeiras, e avançou para a fase seguinte na liderança do Grupo 25, com sete pontos, desbancando o tradicional time paulista.

Já em 2017, Sampaio e Pinheiro também não venceram na rodada de abertura. O Pinheiro, inclusive, estreou levando uma goleada de 6 x 0 para o Corinthians-SP. No ano seguinte, Moto e Pinheiro novamente representaram o Maranhão. O Pinheiro foi goleado mais uma vez, por 6 x 1, pela Ferroviária-SP, e o Papão foi superado pelo Taubaté-SP, por 3 x 0, na rodada inicial.

Em 2019, com dois times do interior, Babaçu e Marília, o Maranhão novamente não venceu no início. Em 2020 Moto e Timon também não venceram, mas a equipe do interior avançou para a segunda fase. O Babaçu terminou a fase inicial na segunda posição do Grupo 2. Em 2021 a competição não foi realizada por causa da pandemia de Covid-19.

Melhor campanha do MA

O Moto Club tem a melhor campanha de um time do Maranhão na Copa São Paulo. Em 2006, o Papão liderou o Grupo M na primeira fase, bateu o Grêmio na etapa seguinte. Nas quartas de final, após perder para o Grêmio de Barueri, o time maranhense se despediu da competição, terminando na sexta colocação. O grande destaque da campanha motense foi o atacante Victor Dourado, o Palito, que passou a ser cobiçado por grandes clubes do país.

A Copa São Paulo volta depois de sua última edição, quando contou com 128 equipes participantes, divididas em 32 grupos de quatro times cada. Os grupos são separados em diferentes cidades-sedes e a final é disputada na capital paulista.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.