Liga dos Campeões

Hart brilha e segura empate sem gols entre City e Real na ida das semis

Sem Cristiano Ronaldo e Yaya Touré, o confronto foi fraco, com pouquíssimas chances de gol.
Gazeta Esportiva26/04/2016 às 17h44

SÃO PAULO - Manchester City e Real Madrid empataram em 0 a 0, no Etihad Stadium, no jogo de ida da semifinal da Liga dos Campeões. Sem a presença de Cristiano Ronaldo e Yaya Touré, o confronto foi fraco, com pouquíssimas chances de gol. Ainda assim, o resultado é mais interessante para os espanhóis que irão disputar o encontro decisivo em casa.

As duas equipes mostraram muitas dificuldades para criar chances de ataque, a ponto de o primeiro tempo terminar sem nenhum chute ao gol. Quando o Real começou a mostrar as suas armas, foi a vez de Hart aparecer em grande performance evitando duas chances claras dos espanhóis.

A partida decisiva agora será disputada em Madri, na próxima quarta-feira, onde o Real precisará vencer, já que qualquer empate com gols dará a vaga ao Manchester City. Na outra chave, Atlético de Madrid e Bayern de Munique disputam o outro posto na grande decisão.

O jogo

A disputa começou muito estudada. Nenhum dos dois times parecia querer se expor enquanto tentava descobrir qual seria a tática do adversário para a partida. As ausências de Cristiano Ronaldo e Yaya Touré pareciam ser muito sentidas. Ambos os times simplesmente não criavam chances de ataque.

A primeira vez que algum dos goleiros precisou trabalhar foi aos 33 minutos da primeira etapa. Após troca de passe do Real Madrid, Modric tentou uma enfiada e a bola foi bloqueada. No rebote, Bale tentou chutar de primeira da entrada da área, mas foi bloqueado e Hart fez uma defesa tranquila.

Com 47 minutos, o primeiro tempo terminou sem nenhuma chance clara de gol. O destaque do jogo até então eram as defesas. De um lado, Otamendi e Kompany cumpriram muito bem os seus papeis, anulando as investidas no contra-ataque os Real; do outro, Pepe e Sergio Ramos acabaram com qualquer tentativa dos citizens de criarem jogadas.

A segunda etapa começou melhor. Antes do primeiro minuto ser completado, Fernandinho segurou bem a bola no meio do campo e achou Agüero no meio dos zagueiros. O argentino dominou, ajeitou a bola e chutou da entrada da área, mas a bola saiu por cima. Essa foi a primeira finalização, de fato, da partida.

Aos 25 minutos da partida, uma grande oportunidade para os galácticos. Em boa jogada pela direita, Carvajal cruza na área, Jesé ganha de Kompany, mete a cabeça na bola e acerta o travessão do City. Cinco minutos depois, outra boa chance. Bale recebeu dentro da área, limpou para o seu pé esquerdo e tentou bater colocado no canto oposto de Hart, mas errou o alvo por pouco.

Aos 34, Hart salvou o City. Em cobrança de escanteio, Casemiro subiu mais do que todo mundo e cabeceou para o chão, mas o goleiro inglês conseguiu esticar o pé para evitar o gol. Três minutos depois, outro milagre de Hart. Após outro tiro de canto, a bola foi desviada na primeira trave e sobrou para Pepe sozinho na pequena área, que encheu o pé, mas o arqueiro cresceu e abafou o risco.

Os citizens partiram para cima do Real Madrid atrás de uma última oportunidade nos últimos minutos. Em cobrança de falta na lateral direita, De Bruyne bateu perigosamente direto para o gol, mas Navas estava esperto e espalmou para escanteio. Não havia tempo para mais nada e as duas equipes levam o empate para o próximo encontro.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.