Talento maranhense

Caçula do Laureus, Rayssa Leal vibra com indicação e elogios de lenda do skate

Skatista maranhense de 12 anos participou da maior premiação do esporte e foi tietada por Tony Hawk.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte17/02/2020 às 20h58
Caçula do Laureus, Rayssa Leal vibra com indicação e elogios de lenda do skateRayssa Leal foi indicada ao Prêmio Laureus como Melhor Atleta de Ação. (Reprodução / TV Globo)

BERLIM (ALEMANHA) - A skatista maranhense Rayssa Leal participou, na tarde desta segunda-feira (17), da 20ª edição do Prêmio Laureus, considerado o "Oscar" do esporte. Vice-campeã mundial de skate e atleta mais jovem a concorrer ao Laureus, com 12 anos, Rayssa estava entre as finalistas na categoria de Melhor Atleta de Ação, cujo prêmio foi conquistado pela norte-americana Chloe Kim, campeã mundial de snowboard. Mesmo sem levar o troféu para casa, a maranhense celebrou a indicação e a oportunidade de participar de um evento ao lado dos melhores esportistas do mundo.

"Eu me sinto muito feliz de estar aqui, sempre foi um sonho para mim e para todos os atletas. Estou muito feliz de estar batendo o recorde como a mais nova a concorrer ao Laureus", afirmou Rayssa Leal, que nasceu em Imperatriz e vive a expectativa de participar da primeira disputa do skate na história dos Jogos Olímpicos, entre os dias 24 de julho e 9 de agosto, em Tóquio, no Japão.

A participação no Prêmio Laureus também proporcionou a Rayssa Leal um encontro com o norte-americano Tony Hawk, considerado um dos maiores skatistas de todos os tempos. Cinco anos após compartilhar o vídeo de uma manobra da maranhense, que estava vestida de "Fadinha do Skate" e viralizou nas redes sociais, Hawk postou um "hell flip" de Rayssa no tapete vermelho do Laureus e elogiou a skatista.

"Rayssa tem muita habilidade. Ela estabelece muitos desafios para si própria e eles são grandes, não são pequenos passos, são coisas que skatistas de alto nível estão fazendo há décadas. Ou seja, ela é muito fora da curva. O skate tem sorte de ter uma garota como ela", afirmou Tony Hawk.

Rayssa Leal, por sua vez, comemorou o momento ao lado de Tony Hawk nas redes sociais. "Há cinco anos, ele compartilhava meu vídeo vestida de fadinha. Hoje, ele veio até mim e pediu um hell flip. Falei: 'tio, espera um minuto, deixa eu só arrumar o cadarço' (risos). Que honra!", escreveu a maranhense.

Brasileiros no Laureus

Nesta edição do Laureus, além de Rayssa Leal, o Brasil teve dois representantes entre os indicados, mas nenhum deles foi premiado. O campeão mundial de surfe Ítalo Ferreira concorreu ao prêmio de Melhor Atleta de Ação, mesma categoria da skatista maranhense. Já a Chapecoense disputou o voto popular na categoria Momento Esportivo de Inspiração da Década, que foi vencido pela seleção indiana de críquete, campeã mundial em 2011.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.