Eliminatórias Sul-Americanas

Tite espera dificuldades para a Seleção Brasileira contra o Paraguai

Brasil defende 100% de aproveitamento nas Eliminatórias diante dos paraguaios nesta terça-feira (8).
Imirante Esporte, com informações da CBF07/06/2021 às 21h06
Tite espera dificuldades para a Seleção Brasileira contra o ParaguaiTite, técnico da Seleção Brasileira. (Lucas Figueiredo / CBF)

ASSUNÇÃO (PARAGUAI) - Pronto para mais um desafio com a Seleção Brasileira, o técnico Tite espera muitas dificuldades no jogo desta terça-feira (8), contra o Paraguai, no Defensores del Chaco, em Assunção. Na véspera da partida, o treinador participou de entrevista coletiva e projetou o duelo, que, como ele mesmo ressaltou, não promete ser fácil para o Brasil.

Com a terceira melhor defesa das Eliminatórias, o Paraguai ocupa a quarta posição na tabela e ainda não perdeu. Foram quatro empates e uma vitória nos primeiros cinco jogos. O retrospecto recente do confronto ainda aponta para um grande equilíbrio entre brasileiros e paraguaios. Dos últimos seis jogos entre Brasil e Paraguai, foram cinco empates e uma vitória para a Seleção. Perguntado sobre os perigos apresentados pelo adversário, Tite classificou o jogo como um desafio.

"Há um grau de dificuldade muito grande, sim. A qualidade da equipe do Paraguai, ainda mais jogando em casa, com o nível equilibrado das eliminatórias, então é um desafio sim", disse o treinador, que foi seguido por seu auxiliar técnico, Cléber Xavier:

"Enfrentamos o Paraguai uma vez na Copa América passada, equipe que marca muito agressivamente, defesa muito organizada. É uma equipe que te desgasta muito na marcação, conseguem elevar o nível de competição. E o Paraguai chega melhor ainda, que tem qualidade ofensiva, com jogadores em grande fase. Lá dentro é muito difícil, faz 35 anos que não ganhamos lá, mas vamos fazer de tudo para trazer essa vitória".

Na véspera do duelo com o Equador, Tite confirmou a escalação que levaria a campo. Para o jogo desta terça-feira, no entanto, o treinador preferiu fazer mistério, destacando que, independente de quem inicie a partida, a Seleção estará bem servida.

"Temos um grupo de atletas do mais alto nível. A utilização de um ou outro vai depender das estratégias, do momento de cada um, do histórico dentro da Seleção... Isso acaba gerando muita possibilidade de uso, sempre no mais alto nível", declarou, antes de ressaltar o trabalho dos atletas nesse período. "Com tão pouco tempo de jogo nessa pandemia, todos nós merecemos o reconhecimento pela campanha, comissão técnica e atletas, mas em especial os atletas, porque temos modificado bastante a equipe. Ela tem conseguido um patamar de regularidade, o que é muito difícil. Temos uma ideia de futebol equilibrada", concluiu.

Brasil e Paraguai se enfrentam nesta terça-feira (8), às 21h30, no Estádio Defensores del Chaco, em Assunção.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.