Futebol

Pia Sundhage aprova testes e elogia postura da Seleção Brasileira diante da Holanda

Brasileiras arrancaram um empate diante das vice-campeãs mundiais.
Imirante Esporte, com informações da CBF05/03/2020 às 22h11
Pia Sundhage aprova testes e elogia postura da Seleção Brasileira diante da HolandaPia Sundhage, treinadora da Seleção Brasileira. (A2M/CBF)

VALENCIENNES (FRANÇA) - No primeiro desafio do ano olímpico, a Seleção Feminina empatou com a Holanda, em 0 a 0, na estreia do Torneio Internacional da França. Em Valenciennes (FRA), a equipe brasileira protagonizou um jogo equilibrado diante das vice-campeãs mundiais, e marcado, pelo lado verde e amarelo, por alguns testes.

Com nove jogos no comando da Seleção Brasileira, Pia Sundhage segue invicta, somando seis vitórias e três empates. O Brasil manteve também uma outra invencibilidade, desta vez, diante da Holanda. Em cinco jogos, são três triunfos e dois empates.

"Eu estou orgulhosa, jogamos com uma das melhores equipes do mundo, que há alguns meses jogou a final da Copa do Mundo, e hoje elas não marcaram gols contra nós. Tivemos novas atletas na defesa, além de duas novas goleiras, então por tudo isso, eu acho que fomos bem", analisa Pia.

Com o objetivo de dar oportunidades para as atletas, Pia promoveu muitas mudanças na equipe. Iniciando a partida, a goleira Aline ganhou a segunda oportunidade com a técnica. Nas laterais duas novidades, pela esquerda Jucinara, convocada pela primeira vez, e Luana, testada na direita. Entre as zagueiras, Daiane e Antonia, que estreou vestido a camisa do Brasil.

No meio de campo, Andressa Alves, Thaisa, Formiga e Debinha, e no ataque, Ludmila e Marta. No intervalo, Pia fez valer as seis substituições e promoveu as entradas de Natascha, Cristiane, Bia Zaneratto, Tayla, Andressinha e Thaisinha.

"Nós tivemos uma viagem desgastante, as atletas que atuam no Brasil sentem também a diferença do fuso horário. Então, optamos por escalar as jogadoras que atuam na Europa, porque elas não tiveram a mesma dificuldade da viagem. Eu acho que foi muito bom o desempenho, com apenas um treino conseguimos fazer um time coeso", destaca.

Sob o seu comando, quatro atletas atuaram pela primeira: Thaisinha, Jucinara, e em especial, Natascha e Antonia, que estrearam com a camisa verde e amarela. Em cinco convocações, foram convocadas 46 atletas. Em campo, 42 chegaram a atuar com a treinadora.

"Eu gostei do que vi, a Natascha teve muita garra no segundo tempo, e nos salvou em algumas oportunidades. A Antonia foi bem atuando como zagueira e lateral. Eu estou orgulhosa da nossa linha defensiva! Thaisinha também teve alguns bons momentos quando entrou. Acredito que quanto mais tempo elas tiveram com a Seleção, estarão cada vez mais confortáveis. Eu estou ansiosa para vê-las atuando nos nossos próximos compromissos", finaliza.

A Seleção Brasileira volta a campo no sábado (7), às 17h (Horário de Brasília), para enfrentar a França, na segunda rodada do Torneio Internacional. As francesas lideram a competição, após vencerem o Canadá por 1 a 0.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.