Coluna Via Digital

Ford anuncia a primeira picape híbrida no Brasil

A importadora avança na eletrificação e lança no início de 2023 a Maverick, que chega a fazer quase 18 km/l de consumo.

Lucia Camargo Nunes*

- Atualizada em 03/10/2022 às 16h06
A Maverick Hybrid começa a ser vendida no Brasil no primeiro trimestre de 2023.
A Maverick Hybrid começa a ser vendida no Brasil no primeiro trimestre de 2023. (Foto: Divulgação)

BRASIL - A Ford deixou de ter fábricas no Brasil em 2021 e desde então é uma importadora de veículos. Recentemente, apresentou seus serviços de desenvolvimento automotivo e testes com uma equipe de engenharia local. Agora é a vez de avançar na eletrificação. Sim, a Ford foi uma das pioneiras a trazer um híbrido para o Brasil, o Fusion.

O próximo passo é a iniciar as vendas da primeira picape híbrida no país, a Maverick, que vem antes até dos já anunciados Mustang Mach-E e E-Transit, que também chegam no próximo ano.

A Maverick Hybrid começa a ser vendida no Brasil no primeiro trimestre de 2023. A atual vem equipada apenas com motor a gasolina 2.0 turbo de 253 cv com transmissão automática de 8 marchas, e custa R$ 240 mil.

A opção híbrida à venda nos EUA combina o motor a gasolina 2.5 de 164 cv com o elétrico de 128 cv. Combinados, geram 193 cv, e atuam em conjunto com o câmbio e-CVT. Menos potente, mas mais econômica: a Maverick Hybrid chega a quase 18 km/l na cidade. Por causa de nossa gasolina misturada a etanol esses números devem mudar ligeiramente.

Se leva vantagem no consumo, a versão híbrida só traz tração dianteira, enquanto a Lariat a gasolina que temos no Brasil é 4x4. Por isso, é possível que ambas convivam no mercado e a nova híbrida venha agregar mais volume. Até agosto, a Ford emplacou pouco mais de 1 mil unidades da Maverick.

Além da picape, a Ford planeja importar o SUV Mach-E, versão elétrica do Mustang, segundo SUV elétrico mais vendido dos EUA. A demanda do modelo continua em alta, com milhares de unidades reservadas, sendo que 70% de seus clientes são novos na marca Ford.

No segmento de veículos comerciais, a Ford vai iniciar a comercialização da E-Transit, versão elétrica da van para frotistas, com o objetivo de demonstrar as vantagens da eletrificação nesse segmento.

Nissan altera versões do Kicks 2023 e traz novos conteúdos

A linha 2023 do Nissan Kicks começa a chegar às lojas com alteração de versões, cores e conteúdos. Sai de cena a versão Sense, única equipada com câmbio manual, e agora todas as versões trazem o câmbio CVT.

O portfólio do SUV compacto passa a contar com a versão Active CVT como a nova de entrada, já que antes era restrita a vendas diretas com algumas diferenciações.

Todas as versões agora também trarão o novo logotipo da Nissan Next na grade dianteira, tampa do porta-malas, miolo do volante e centro das rodas.

Sob o capô, o Kicks teve uma pequena mudança em potência por adequações para atender à legislação de emissões: ao invés de 114 cv agora rende 113 cv quando abastecido com etanol, sem mudanças para gasolina (110 cv). Houve uma pequena perda em torque e consumo ao rodar em estrada, mas nada relevante.

Conforme a versão, há novo console central, apoio de braço com duas entradas USB tipo A, revestimento sintético, carregador para celular por indução e opção de pacote de segurança com assistências ativas.

A linha 2023 do Nissan Kicks começa em R$ 110.990 na versão Active CVT e vai a R$ 145.490 com a Exclusive CVT Pack Tech.

Uma nova identidade para a Citroën

O logotipo de uma marca pode até passar desapercebido, mas ele traduz sua personalidade e essência. Aos 103 anos, a Citroën global acaba de lançar sua nova identidade visual, com o objetivo de expressar sua nova vocação: de soluções em mobilidade, com uma abordagem elétrica inclusiva.

O novo visual reinterpreta o logotipo original adotado pelo seu fundador André Citroën, inspirado no sucesso de sua primeira empresa metalúrgica produzindo sistemas de engrenagens em forma de chevrons.

O novo emblema sinaliza a transição e evolução da marca, e estreará no final de setembro em um veículo conceitual familiar da Citroën. Será aplicado progressivamente nos próximos modelos de produção e conceituais.

“Estamos enviando uma mensagem clara a todos de que, enquanto nos mantemos fiéis ao DNA da nossa marca, as coisas estão mudando drasticamente na Citroën. Queremos criar soluções ousadas que tornem a mobilidade elétrica mais acessível”, reforça Laurent Barria, diretor Mundial de Marketing e Comunicação da Citroën.

*Lucia Camargo Nunes é economista e jornalista especializada no setor automotivo, editora do portal www.viadigital.com.br. E-mail: lucia@viadigital.com.br

Ford anuncia a primeira picape híbrida no Brasil

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.