Coluna Via Digital

Ranking: picapes lideram e compactos avançam

Strada e Hilux continuam dominando as vendas no Maranhão, enquanto Onix e Kwid se destacam em mercado que dá sinais de melhora.

Lucia Camargo Nunes*

- Atualizada em 09/05/2022 às 15h27
Entre as marcas, a Fiat lidera no Maranhão, com 23,44% de market share, seguida pela Toyota (17,06%) e General Motors (14,06%).
Entre as marcas, a Fiat lidera no Maranhão, com 23,44% de market share, seguida pela Toyota (17,06%) e General Motors (14,06%).

As vendas de autoveículos (automóveis e comerciais leves) ainda estão aquém dos números de 2021 no Maranhão, com retração de -27% quando comparados os quatro primeiros meses de 2022 com o mesmo período do ano anterior. Em âmbito nacional, neste mesmo recorte, a queda é um pouco menor, de -22,8%. 

Próximo de chegar a 1 milhão de emplacamentos no Brasil, em todos os segmentos (leves, pesados, motos e implementos) há sinais de melhora. “Temos notado uma recuperação gradativa nos emplacamentos. Apesar de ainda estarmos em retração, no acumulado do ano, notamos que, no fechamento do primeiro bimestre de 2022, o volume estava cerca de 13% menor se comparado a igual período de 2021 ”, avalia Maurício Andreta Jr., presidente da Fenabrave, federação que reúne os ditribuidores no Brasil.

Entre as marcas, a Fiat lidera no Maranhão, com 23,44% de market share, seguida pela Toyota (17,06%) e General Motors (14,06%). As picapes continuam liderando o mercado local, com Strada e Hilux entre os veículos mais vendidos até a primeira semana de maio. Mas os compactos, representados por Onix, Kwid, Mobi e Argo, também se destacam nos emplacamentos. Confira a lista dos mais vendidos no Estado!

Top 10 dos mais vendidos no Maranhão

Fonte: Fenabrave / *De janeiro até a 1ª semana de maio de 2022.
Fonte: Fenabrave / *De janeiro até a 1ª semana de maio de 2022.

Bem nas vendas, Fiat Pulse fica mais caro

Pode ser mera coincidência, mas as boas vendas do Fiat Pulse, SUV compacto que figura este mês entre os mais vendidos do Maranhão, dão confiança para que a marca promova novos aumentos de preços. 

Com isso, o modelo “básico” Drive 1.3 (107 cv) de câmbio manual já parte de R$ 94.990, um aumento de R$ 5 mil sobre a tabela anterior.

E esta é a única versão abaixo dos R$ 100 mil: o Pulse Drive 1.3 (130 cv) com transmissão CVT parte agora de R$ 101.990 (R$ alta de R$ 3 mil). A versão topo de linha Impetus 1.0 turbo passa a custar R$ 126.500 (R$ 1 mil a mais). 

 

Com facelift, Jetta tem apelo mais esportivo

Importado do México, a Volkswagen anuncia as vendas do renovado Jetta, a R$ 216.990, previsto para chegar às lojas este mês. A versão única GLI tem apelo mais esportivo. 

Por fora, o sedã recebeu novos para-choques dianteiro e traseiro, faróis e lanternas em full LED e grade redesenhada com detalhes em formato colmeia. A caixa de rodas traseiras foi alargada e, atrás, o novo difusor, também no design em colmeia, cerca o novo sistema de escape, agora com ponteiras mais ovaladas. As rodas são de 18”. 

Por dentro, as mudanças foram mais sutis nos materiais do acabamento e disposição dos comandos. A central multimídia agora é VW Play de 10,1” com espelhamento sem fio.

Nos itens disponíveis, as novidades são o monitor de ponto cego e o controle de velocidade adaptativo com sistema de frenagem de emergência. 

O motor é o mesmo 2.0 TSI (turbo e com injeção direta a gasolina), que recalibrado gera 231 cv, acoplado ao novo câmbio automatizado de dupla embreagem de 7 marchas. 

 

Nova Amarok é revelada oficialmente

Da Alemanha, a Volkswagen divulgou detalhes da próxima geração da picape Amarok, que vai compartilhar plataforma e componentes com a nova Ford Ranger. Ela será lançada na Europa neste ano e pode vir para o Brasil no final de 2023, mas nada foi confirmado. 

Na versão de cabine dupla, a picape média está 10 cm mais comprida e um pouco mais alta e com maior espaço entre os eixos, além da capacidade de carga ter sido elevada a 1.200 kg. 

Dependendo da variante do motor, caixa de câmbio e do mercado, os propulsores disponíveis serão a gasolina e quatro opções diesel diferentes com quatro a seis cilindros e cilindrada de 2 a 3 litros – opcionalmente com tração traseira ou 4x4 sob demanda ou permanente. 

Para a segurança, serão oferecidos mais de 30 sistemas de assistência ao motorista, mais de 20 dos quais são completamente novos na Amarok, diz a Volks.

*Lucia Camargo Nunes é economista e jornalista especializada no setor automotivo. 

Veja a galeria de fotos!

Ranking: picapes lideram e compactos avançam

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.