Prisão

Lavrador é preso por lesão corporal contra a esposa, no Dia da Mulher

A mulher já fez o exame de corpo de delito na delegacia do município.
Imirante.com, com informações da CGJ-MA09/03/2017 às 12h25

COROATÁ - No Dia Internacional da Mulher, comemorado ontem, no dia 8 de março, uma discussão entre marido e esposa, por causa de um defeito na máquina de lavar, levou à prisão preventiva do lavrador Radamés Paiva da Silva, de 37 anos.

Ele foi denunciado por lesão corporal pela lavradora F.F. de A., com quem convive há 10 anos e tem dois filhos pequenos. O caso aconteceu no município de Coroatá, no Maranhão.

A mulher fez o exame de corpo de delito na delegacia do município, quanto foi constatada lesão na mão esquerda, e compareceu ao fórum da comarca para pedir a prisão do marido. A vítima disse sofrer as agressões há vários anos e que pretende se mudar para outro município para poder criar os filhos de 3 e 8 anos a salvo das ameaças do agressor. “Medida de afastamento do acusado não vai adiantar. Ele vai voltar e me matar”, disse ela, com medo.

Com base no relato da vítima, e confirmado o crime pelo laudo do exame de corpo delito, o juiz Francisco Ferreira de Lima, titular da 2ª vara de Coroatá, concluiu ser necessária a medida extrema em desfavor do acusado, de modo a garantir a integridade física e psicológica de Francisca e decretou a prisão preventiva de Radamés, com base nos Artigos 311-312 do Código de Processo Penal e na Leia Maria da Penha (Nº 11.340/2006).

“A integridade física do cidadão é de responsabilidade estatal, e o Estado, nesse caso, é representado pelo Judiciário. Note-se que esse fato ocorreu na presença do filho menor do casal, de apenas três anos de idade, fato que agrava a conduta do suspeito, por demonstrar pouca ou nenhuma consideração pelo ambiente familiar e por sua prole”, justificou o magistrado.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.