Luto

Mulher que recebeu coração de Eloá Pimentel em 2008 morre de Covid-19

Maria Augusta recebeu, em 2008, o transplante do coração de Eloá Cristina Pimentel, jovem de 15 anos que foi mantida refém e assassinada pelo ex-namorado.
Imirante.com04/05/2021 às 15h55
Mulher que recebeu coração de Eloá Pimentel em 2008 morre de Covid-19Maria Augusta dos Anjos, 51 anos. (Foto: Reprodução)

BRASIL – Morreu nessa segunda-feira (3) Maria Augusta dos Anjos, 51 anos, vítima do novo coronavírus (Covid-19). Maria Augusta recebeu, em 2008, o transplante do coração de Eloá Cristina Pimentel, jovem de 15 anos que foi mantida refém e assassinada pelo ex-namorado. A morte da Maria Augusta foi confirmada por uma sobrinha em uma rede social.

Leia também:

Lindemberg depõe por 5 horas e admite ter atirado em Eloá

Equipe chega ao hospital para coletar órgãos de Eloá

No fim de abril Maria Augusta foi internada no hospital Santa Terezinha, na cidade de Parauapebas, no Pará. Ele teve cerca de 75% dos pulmões comprometidos pela Covid-19. A família chegou a organizar uma campanha virtual para arrecadar doações a fim de ajudar no tratamento, mas ela não resistiu.

Relembre o caso

Lindembergue Alves, 22 anos, invadiu o apartamento da família da ex-namorada Eloá. Ela estava acompanhada da amiga Nayara e de dois colegas de escola. Eles estavam fazendo um trabalho para aula quando todos foram rendidos.

Lindembergue libertou os dois adolescentes na segunda-feira e Nayara na terça-feira, após mantê-la no apartamento por 33 horas. O seqüestro teria sido motivado pela recusa de Eloá de reatar o namoro. Na quinta-feira, Nayara voltou ao apartamento onde estavam Lindembergue e Eloá.

Eloá morreu após ficar 100 horas refém do ex-namorado, Lindemberg Alves, na casa da família dela, em Santo André. A garota levou um tiro na cabeça e teve morte cerebral diagnosticada no hospital.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.