Brasil

Comunidade judaica homenageia vítimas do holocausto em SP

Daniel Mello / Agência Brasil28/01/2014 às 04h05

SÃO PAULO - A comunidade judaica se reuniu na noite de ontem (27) no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, para a cerimônia do Dia Internacional em Memória às Vítimas do Holocausto. A data, criada em 2005 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, marca o dia em que tropas soviéticas libertaram os prisioneiros do campo de extermínio de Auschwitz, na Polônia, em 1945. Durante o evento foram acesas seis velas, cada uma lembrando 1 milhão de judeus mortos pelo regime nazista que vigorou na Alemanha.

O presidente da República em exercício, Michel Temer, lembrou que, a partir do choque causado pela descoberta do assassinato planejado de milhões de judeus, a comunidade internacional se uniu para combater a discriminação e a intolerância. “Tão ou mais importante que consolidar esses instrumentos jurídicos internacionais, é a missão de transformar mentalidades e comportamentos. O Brasil é fiador e signatário de todos os tratados internacionais de combate ao racismo e à discriminação”, disse em discurso durante a cerimônia.

O embaixador de Israel no Brasil, Rafael Eldad, ressaltou a importância de se lutar contra todas as formas de intolerância. “Devemos agir, trabalhar de forma ativa e constante para combater qualquer forma de discriminação, perseguição e segregação feitas em nome da intolerância”, disse.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.