Estupro

Exames apontam abuso sexual como causa da morte de bebê de um mês, em Tutóia

O pai chegou a ser preso mas, por falta de provas, foi liberado; ele nega o crime.
Imirante.com, com informações da TV Mirante01/08/2019 às 07h09

TUTÓIA – Uma bebê de um mês de vida foi vítima de abuso sexual e morreu no município de Tutoia. O crime foi constatado após exames.

A casa onde mora a família não tem portas nem janelas. Foto: Reprodução/TV Mirante.

A pequena Vitória vivia em uma casa muito humilde, sem portas e janelas, com o pai, Joel Cabral da Silva, a mãe dele, o padrasto e três irmãos adultos.

Após ser socorrida porque passou mal, a criança passou por exames e foram constatadas lesões na região anal e vaginal. A polícia está investigando o caso.

Exames comprovaram que a menina foi estuprada. Foto: Reprodução/TV Mirante.

O pai chegou a ser preso suspeito do crime, mas foi liberado por falta de provas. Ele nega que tenha praticado a ação contra a bebê. Todos os moradores da casa onde a criança vivia estão sendo ouvidos.

O caso também está sendo acompanhado pelo O Ministério Público do Tutória. O Conselho Tutelar visitou a família e não constatou anormalidade.

A mãe da criança, Joana D'árc Rocha da Silva, de 20 anos, morreu por complicações no parto no dia 12 de junho. A família materna espera que o caso seja solucionado e o autor do estupro preso.

A pequena Vitória morreu após sofrer abuso sexual. Foto: Reprodução/TV Mirante.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.