Em todo o Estado

Calendário de vacinação contra aftosa segue até dia 30 de novembro no Maranhão

Esta etapa pretende obter comprovação de vacinação em mais de 90% das propriedades rurais com bovinos e bubalinos de até dois anos.
Divulgação / Aged-MA13/11/2020 às 16h17
Calendário de vacinação contra aftosa segue até dia 30 de novembro no MaranhãoO total de propriedades cadastradas no Maranhão é de 106.414, sendo que 81.686 possuem animais abaixo de 24 meses. (Foto: divulgação / Aged)

SÃO LUÍS - Até dia 30 de novembro, o Maranhão deve vacinar mais de 2,8 milhões de bovinos e bubalinos. A meta integra a segunda fase da Campanha de Vacinação contra a Aftosa, realizada pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged). Paralelamente, a agência promove ações de fiscalização em revendas de vacina e monitora o cumprimento das normas sanitárias contra o novo coronavírus.

Esta etapa pretende obter comprovação de vacinação em mais de 90% das propriedades rurais com bovinos e bubalinos de até dois anos. O total de propriedades cadastradas no Maranhão é de 106.414, sendo que 81.686 possuem animais abaixo de 24 meses. “Nossa expectativa é fazer vigilância nas propriedades rurais para atingir este índice de animais imunizados e de propriedades com rebanho vacinado. O Maranhão está com bom estoque de vacina. São mais de três milhões de doses disponíveis”, pontua a fiscal estadual Agropecuário da Aged, Margarida Prazeres.

Em 12 dias da campanha, a Aged reforça as vistorias em revendas agropecuárias de todo o Estado. O objetivo é garantir o abastecimento e a qualidade da imunização dos rebanhos. Já somam 97 os estabelecimentos fiscalizados em 48 municípios; e mais de 1 milhão de doses de vacina vistoriadas. Outra preocupação da agência é o cumprimento das normas sanitárias a fim de prevenir e combater o novo coronavírus.

Durante o período, são reforçados todos os cuidados no momento da vacina, sendo colocados em prática os protocolos de saúde, que devem ser observados pelos vacinadores e proprietários de rebanhos. Entre estes, evitar aglomerações nos escritórios, preservando assim a saúde dos criadores, servidores e colaboradores; manter o distanciamento entre as pessoas; higienizar bem as mãos com água e sabão; utilizar máscaras e álcool em gel.

As normas sanitárias se aplicam ainda na ocasião de manejo dos rebanhos. Deve ser feita limpeza de superfícies e equipamentos usados na vacinação, antes e depois dos procedimentos. A vacina precisa ser mantida entre 2° a 8° de temperatura. A vacinação atinge rebanhos – gado bovino e bubalino – na faixa etária de 0 a 2 anos, que receberão dose de 2 ml para se proteger da febre aftosa.

O produtor deve comprovar a imunização, se dirigindo aos escritórios da Aged onde está cadastrada a propriedade. A comprovação pode ser presencial, por agendamento ou online. Informações no site da agência. Criadores que não têm rebanho nesta faixa etária, devem comparecer aos escritórios para atualização.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.