Segurança Pública

Deputado alerta para terceiro assassinato de policial em uma semana

Wellington do Curso se solidarizou à família do sargento Mosaniel, morto na noite de quarta-feira (20) no São Cristóvão e cobrou respostas da Secretaria de Segurança Pública
Ronaldo Rocha do núcleo de Política21/10/2021 às 07h16
Deputado alerta para terceiro assassinato de policial em uma semanaFoto: Reprodução / Entrevista

SÃO LUÍS - O deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) fez um alerta ontem para o terceiro assassinato de policial militar em São Luís.

O alerta ocorreu após a execução do sargento Mosaniel, que atuava no Batalhão Ambiental da PM, na noite de quarta-feira (20). Wellington lembrou que essa foi a terceira morte de policial em menos de uma semana.

No início da semana o subtenente Israel, da PM, que atuava no gabinete militar da Assembleia Legislativa do Maranhão, foi executado no bairro Coroado. Dias antes o sargento Lima da PM foi morto num posto de combustível situado no povoado Brejinho na cidade de Caxias.

"É com pesar que recebo a notícia do assassinato de mais um policial militar. Agora à noite perdemos o guerreiro sargento PM Mosaniel, do Batalhão de Polícia Ambiental que foi assassinado covardemente no bairro São Cristóvão. Já é o terceiro policial assassinado em menos de uma semana no Maranhão. A Polícia Militar está de luto, consternada com tanta violência e covardia. E o mais grave: avançando contra nossos guerreiros. Quando os marginais matam um agente público de segurança é um atentado à população", escreveu o deputado em seu perfil em rede social.

Wellington cobrou ação enérgica por parte da Secretaria de Estado de Segurança Pública e disse que Flávio Dino "não faz nada" para contornar o caos que está instalado no estado.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.