Estelionatário

Falso advogados suspeito de aplicar golpes no Ceará é preso no Maranhão

Suspeito foi preso em Paço do Lumiar, na Região Metropolitana de São Luís.
Imirante.com, com informações da PC-MA e G128/07/2021 às 14h21
Falso advogados suspeito de aplicar golpes no Ceará é preso no MaranhãoVeículo apreendido com o suspeito. (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

SÃO LUÍS – A Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) prendeu, na manhã desta quarta-feira (28), em Paço do Lumiar, na Região Metropolitana de São Luís, um homem suspeito de praticar diversos crimes de estelionato no Estado do Ceará. A prisão do homem, que é preventiva, foi em cumprimento a mandado expedido pela Vara Única da Comarca de Coreaú, no Ceará.

De acordo com informações da polícia, o suspeito, natural do Estado de São Paulo, é investigado por se apresentar como advogado para as vítimas e, dessa forma, receber valores para, supostamente, ingressar com ações judiciais. Além do Ceará, o suspeito também é investigado pelos mesmos crimes no Pará e em São Paulo, onde já responde processos criminais.

Segundo a Polícia Civil do Ceará (PC-CE), o suspeito aplicou golpes em oito pessoas de uma mesma família do interior cearense. O valor do prejuízo chega a cerca de R$ 200 mil.

Com o suspeito, a polícia apreendeu dois veículos, entre eles, o carro que o falso advogado utilizava nos golpes no Ceará, além de documentos e um aparelho celular. As investigações em torno do suspeito iniciaram em fevereiro deste ano.

Ainda segundo a polícia, após ser localizado e preso, o suspeito foi encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Os crimes

De acordo com a Polícia Civil, o estelionatário se aproximava das vítimas com a promessa de solucionar processos judiciais que tramitam há anos na justiça, além de anunciar para elas supostos direitos a alguns benefícios, como aposentadorias, correção salarial, acesso ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e ao Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural). Para tornar-se mais convincente, o suspeito chegou a comparecer ao Fórum da Comarca de Coreaú, no Ceará para ter acesso a um processo judicial de uma das vítimas.

Após desconfiar do suspeito, as vítimas registraram as ocorrências e a Polícia Civil passou a investigar, descobrindo que o suspeito não era advogado e sim um estelionatário com passagens na Polícia nos Estados de São Paulo e Bahia. Após os crimes, o homem fugiu para o Pará, onde continuou aplicando golpes. Do norte do país, Tiago retornou ao nordeste, onde acabou preso no Maranhão.

Ainda segundo a polícia, após os procedimentos legais, o suspeito será encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.