Colisão

Maranhão registra 395 acidentes automotivos com queda de poste nos cinco primeiros meses do ano

Desse total, segundo a Equatorial Maranhão, 59 registros foram em São Luís, 16 em Imperatriz e 12 em São José de Ribamar.
Imirante.com, com informações da Equatorial Maranhão08/06/2021 às 12h01
Maranhão registra 395 acidentes automotivos com queda de poste nos cinco primeiros meses do anoEm média, a substituição de um poste custa R$ 3 mil, mas pode chegar a R$ 44 mil. (Foto: Divulgação / Equatorial Maranhão)

SÃO LUÍS – Somente nos cinco primeiros meses de 2021, um total de 395 acidentes automotivos com queda de postes da rede elétrica foram registrados no Maranhão. Desse total, 59 ocorrências foram em São Luís, 16 em Imperatriz e 12 em São José de Ribamar. Os dados são de levantamento realizado pela Equatorial, empresa responsável pela comercialização e distribuição de energia elétrica no Estado.

De acordo com a Equatorial Maranhão, além do próprio risco à vida, em quase todos os casos uma das principais consequências é a falta de energia elétrica no local do acidente, e a depender da gravidade da colisão, pode afetar também o abastecimento de bairros inteiros até que seja finalizado o serviço de reparo dos componentes ou a troca do poste que pode levar, em média, de três a quatro horas, a depender da situação. A Executiva de Segurança do Trabalho da distribuidora, Larissa Barreto, enfatiza sobre os principais prejuízos das batidas de veículos em postes.

“Nos indicadores de acidentalidade da Equatorial Maranhão, os dados são bastante preocupantes. Inúmeras são as consequências por esse tipo de conduta, os acidentes não prejudicam somente as pessoas moram na área, podem também causar transtornos em locais onde tem imóveis que prestam serviços essenciais, como postos de saúde, hospitais, farmácias, delegacias, clínicas, lotéricas. Por isso, é importante ter bastante atenção na hora dirigir.”, explica.

Em média, a substituição de um poste custa R$ 3 mil, mas pode chegar a R$ 44 mil. O custo varia de acordo com as condições da estrutura atingida: qual o tipo de poste, o que está instalado nele e qual a carga (energia) interrompida na área afetada. Quando é possível realizar a identificação do condutor ou do proprietário do veículo, ele é responsabilizado para arcar com os danos causados ao patrimônio da concessionária.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.