Aulas

UFMA inicia entrega de chips para estudantes acompanharem aulas remotas

Chips estão sendo entregues, nos dias 14, 15 e 16 de outubro, no auditório Sérgio Ferreti, no horário das 9h às 13 horas.
Divulgação / UFMA14/10/2020 às 16h00
UFMA inicia entrega de chips para estudantes acompanharem aulas remotasEntrega dos chips começou a ser realizada nesta quarta-feira (14). (Foto: divulgação / UFMA)

SÃO LUÍS - A Universidade Federal do Maranhão (UFMA) começou nesta quarta-feira (14), na cidade universitária, a entrega dos chips aos alunos que se inscreverem no Edital Auxílio Inclusão Digital. Os chips estão sendo entregues, nos dias 14, 15 e 16 de outubro, no auditório Sérgio Ferreti (Ceb Velho, perto do Banco do Brasil), no horário das 9h às 13 horas.

De acordo com a UFMA, a partir da próxima segunda-feira (19), a entrega passa a ser feita na Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (Proaes), também das 9h às 13h. Para receber, o aluno precisa levar documento pessoal de identificação e estar de máscara. Quem tiver alguma dúvida sobre o recebimento deve entrar em contato com a pró-reitoria no e-mail inclusaodigital@ufma.br.

Além dos alunos de graduação, a UFMA optou por direcionar parte dos chips para o atendimento aos estudantes do Colégio de Aplicação da UFMA (Colun) e os da Pós-Graduação, que estão enquadrados nos critérios de vulnerabilidade socioeconômica.

Nesta quarta-feira também começam a ser encaminhados os chips que vão para os oito câmpus do interior do Estado. A previsão da UFMA é de que, até segunda-feira (19), todos os câmpus já tenham recebido e estejam entregando aos discentes contemplados.

Os chips foram recebidos em São Luís, no último sábado. O reitor, Natalino Salgado Filho, foi pessoalmente à agência de entregas de uma companhia aérea para retirar a encomenda. Depois, foi feito todo o trabalho de registro e separação dos lotes, ação conjunta da Proaes e a Superintendência de Tecnologia da Informação (STI). "Esta ação de distribuição dos chips será fundamental para a eficácia do semestre letivo de forma remota e híbrida que estabelecemos e marca também o esforço da universidade em não deixar nenhum dos nossos estudantes sem acesso às aulas e demais atividades na graduação", enfatizou o reitor.

Estratégia nacional

A disponibilização dos chips aos alunos da UFMA faz parte de uma estratégia nacional, denominada Programa Alunos Conectados, efetivada pela Rede Nacional de Pesquisa (RNP). A RNP está apoiando o Ministério da Educação na contratação de serviço móvel pessoal, com o intuito de fornecer internet a estudantes de baixa renda matriculados em universidades federais e nas instituições da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica.

Cada chip tem 20 gigabytes de capacidade e será utilizado pelos estudantes para o acesso às aulas remotas do calendário 2020.1, que iniciou em 14 de setembro e vai até 18 de dezembro. Entre o dia 14 de setembro e o recebimento do chip, os estudantes da UFMA foram contemplados com um auxílio inclusão digital/pacote de dados, no valor de R$ 50,00 para que tivessem internet, de forma emergencial.

Para a estudante Noely Aguiar Oliveira, do curso de Artes Visuais, que recebeu o chip em São Luís, esta medida vai ajudar muito no seu semestre letivo. “A gente não tem condições de ficar recarregando o chip nem de acompanhar as aulas. Com este benefício, a gente pode acompanhar as aulas e não perder o período”, disse.

Edital aberto

Para os alunos que não se inscreveram no edital Inclusão Digital na UFMA ainda dá tempo. Quem tiver interesse, basta acessar o edital (aqui) e fazer sua inscrição.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.