Em São Luís

Mantida prisão de babá suspeita de ministrar remédio controlado para duas crianças

Gilvanny Raquel é suspeita de ter ministrado nas crianças uma substância conhecida como Clonazepam.
Divulgação/CGJ-MA05/11/2019 às 14h32
Mantida prisão de babá suspeita de ministrar remédio controlado para duas criançasA babá Gilvanny Raquel Silva de Oliveira foi presa no último domingo (3). (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - A Justiça manteve a prisão da babá Gilvanny Raquel Silva de Oliveira, presa em flagrante por policiais militares, sob suspeita de ter tentando contra a vida de duas crianças de 5 anos, que estavam sob seus cuidados.

Saiba mais sobre o caso:

Babá é presa suspeita de envenenar duas crianças no Araçagi

Divulgada foto da babá presa suspeita de tentar envenenar crianças no Araçagi

Gilvanny Raquel é suspeita de ter ministrado nas crianças uma substância conhecida como Clonazepam, o que culminou com a internação das vítimas, em estado grave, em unidade hospitalar de São Luís.

Na audiência, na manhã desta terça-feira (5), na Central de Inquéritos e Custódia de São Luís, no Fórum Des. Sarney Costa (Calhau), o juiz Flávio Roberto Soares, após manifestação do Ministério Público, converteu a prisão em flagrante em prisão preventiva, como garantia da ordem pública.

O magistrado negou o pedido de prisão domiciliar, apresentado pela da defesa e determinou o encaminhamento de Gilvanny Raquel Silva para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Participaram da audiência de custódia o promotor de Justiça Orfileno Bezerra Neto e o advogado Diego Menezes Miranda (defesa).

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.