Operação Anunciação

Quadrilha especializada em aplicar golpes em site de vendas é presa

Segundo informações da polícia, Elzyo Jardel, Gabriella Vanuzzi e Dani Israel replicavam anúncios do site OLX.
Imirante.com, com informações da SSP-MA28/06/2019 às 15h24
Quadrilha especializada em aplicar golpes em site de vendas é presaElzyo Jardel Xavier Pires, Dani Israel da Silva e Gabriella Vanuzzi Pouso Gomes. ( Foto: Divulgação / SSP)

SÃO LUÍS - Policiais civis, por meio da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) e Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), prenderam na tarde dessa quinta-feira (27), Elzyo Jardel Xavier Pires, Gabriella Vanuzzi Pouso Gomes, ambos residentes em Cuiabá, capital do Mato Grosso. Na ocasião ainda foi preso em Ribeirão Preto, em São Paulo, Dani Israel da Silva.

Leia também:

Acusados de estelionato são presos tentando aplicar golpe

Ex-agente penitenciário é preso acusado de estelionato

De acordo com informações da polícia maranhense, Elzyo Jardel Xavier Pires, Gabriella Vanuzzi Pouso Gomes e Dani Israel da Silva eram investigados por receber valores provenientes da venda fraudulenta de um veículo na capital maranhense.. O trio replicava anúncios falsos no site OLX.

Ainda segundo a Polícia Civil, em dezembro de 2018, duas vítimas fecharam negócio com o trio acreditando ser verdadeiro o anúncio de um veículo da marca Toyota, modelo Corolla. O prejuízo das vítimas prejuízo foi de R$ 39.200. O grupo criminoso solicitava que o valor fosse transferido para contas bancárias da quadrilha.

As prisões contaram com apoio do Departamento de Combate ao Crime Organizado (DCCO) do Mato Grosso e do Centro de Inteligência da cidade de Ribeirão Preto. A operação policial ainda constatou Elzyo Jardel Xavier Pires possui registros criminais nos Estados do Acre, Pernambuco e Paraíba.

Segundo o delegado Tiago Dantas, Elzyo Jardel Xavier Pires, Gabriella Vanuzzi Pouso Gomes e Dani Israel da Silva foram presos e permanecem nas respectivas jurisdições à disposição da Justiça do Estado do Maranhão. As investigações devem continuar no intuito de identificar outras ramificações da quadrilha.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.