Na manhã de hoje

Achado cadavérico é registrado dentro do campus do Bacanga da UFMA

O corpo, ainda sem identificação, é de uma mulher; ele foi achado próximo ao prédio da TV UFMA.
Imirante.com, com informações da rádio Mirante AM13/05/2019 às 09h11
Achado cadavérico é registrado dentro do campus do Bacanga da UFMAO corpo foi encaminhado para o IML. (Foto: Domingos Ribeiro / Mirante AM)

SÃO LUÍS – Um corpo foi achado na manhã desta segunda-feira (13), dentro do campus do Bacanga, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), em São Luís.

De acordo com as primeiras informações, uma funcionária do setor de limpeza da UFMA achou o corpo, próximo ao prédio da TV UFMA e do Centro de Ciências Sociais (CCSO). O corpo é de uma mulher, que ainda não foi identificada.

Ao lado do achado cadavérico havia um vestido rasgado e um short. Equipes da polícia que se dirigiram ao local informaram que sinais de agressão foram encontrados no corpo da vítima.

Ainda segundo a polícia, tudo leva a crer que o crime não aconteceu no campus da UFMA, mas o corpo teria apenas sido desovado no local.

Uma equipe do Instituto de Criminalística (Icrim) esteve no local para realizar perícia e encaminhar o corpo ao Instituto Médico Legal (IML). Muita gente acompanhou a movimentação na área. O caso está sendo investigado.

Segundo informações do delegado da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), Arthur Benazzi, tudo indica que a vítima foi espancada, principalmente na parte do rosto, até a morte. No local onde o corpo foi achado, havia marcas de pneu de carro. "Isso nos leva a apontar preliminarmente que vítima foi agredida dentro do carro e na pressa de se desfazer do corpo, o agressor deixou o corpo da mulher ali mesmo", diz.

Durante o fim de semana a área onde o corpo foi achado, principalmente a noite, é de pouca movimentação e de livre acesso. Isso pode ter facilitado a ação do responsável pelo crime.

Posicionamento

Em nota, a Universidade Federal do Maranhão (UFMA) informa que está ajudando nas investigações fornecendo imagens das câmeras e que lamenta o ocorrido.

Veja a nota na íntegra:

A Universidade Federal do Maranhão lamenta o ocorrido e informa que as Polícias Civil e Militar já estão investigando o caso e a Instituição está fornecendo as imagens das câmeras para colaborar na identificação do suspeito.

Segundo a Polícia, o caso ocorreu na noite desse domingo (12) e a vítima ainda não foi identificada. A polícia ainda faz as análises para saber as causas do óbito e como o crime ocorreu.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.