“Gordinho Ostentação”

Preso, no Maranhão, acusado de aplicar golpes em vários Estados do Brasil

Paulo Henrique Saraiva Cavalcante é acusado aplicar golpes do falso casamento e falso emprego.
Liliane Cutrim/Imirante.com*25/01/2019 às 18h20
Preso, no Maranhão, acusado de aplicar golpes em vários Estados do BrasilPaulo Henrique Saraiva Cavalcante, 43 anos, conhecido como “Gordinho Ostentação”, acusado de estelionato. (Foto: Alessandra Rodrigues/Mirante AM)

SÃO LUÍS – Na tarde desta sexta-feira (25), a Polícia Civil do Maranhão prendeu Paulo Henrique Saraiva Cavalcante, 43 anos, conhecido como “Gordinho Ostentação”, acusado de estelionato.

Saiba mais sobre crimes de estelionato no Maranhão.

Contra Paulo Henrique havia dois mandados de prisão oriundos dos Estados do Tocantins e Santa Catarina, por ele ser acusado de aplicar golpes em várias vítimas. “Gordinho Ostentação” foi preso na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Araçagi, em São Luís, quando ia se encontrar com uma nova vítima.

Segundo a Superintendência Estadual de Investigação Criminal (Seic), Paulo Henrique é apontado como autor de diversos golpes em vários Estados do Brasil, sendo que só no Espírito Santo ele teria feito cerca de 300 vítimas. No Maranhão ele também é apontado como autor de diversos golpes. Até agora, mais de quatro mulheres já procuraram a delegacia para denunciar que foram vítimas do estelionatário no Estado.

“Ele utilizava várias modalidades de estelionato, como a do falso casamento em que ludibriava mulheres através de aplicativos como o Tinder, Badoo e outros. Utilizava a proposta do falso emprego, em que pedia dinheiro para dar o ‘trabalho’, além de aplicar golpes em hostels e hotéis da cidade, nos quais se hospedava e não pagava. Aqui no Maranhão tivemos vítimas de que deram (para Paulo Henrique) R$ 1 mil, R$ 750, anel de ouro, além da dona de um hostel que teve um prejuízo de mais de R$ 1 mil”, explicou o delegado Odilardo Muniz, da Seic.

A Polícia Civil do Maranhão vai abrir um inquérito para apurar as denúncias locais contra Paulo Henrique. E o delegado Odilardo Muniz pede que as pessoas que foram vítimas do estelionatário procurem a delegacia para prestar queixa.

De acordo com as investigações, Paulo Henrique Saraiva Cavalcante, que já foi preso anteriormente por estelionato e tem uma vasta ficha criminal, vivia uma vida de ostentação com o dinheiro que obtinha das vítimas.

Ouça, na reportagem de Alessandra Rodrigues da rádio Mirante AM, mais detalhes sobre o caso.

*Com informações da Mirante AM.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.